Últimas notícias

Secretaria Nacional formalizou parcerias para medir eficiência da PNMU e calcular impactos da emissão de gases de efeito estufa e poluentes locais no meio ambiente

24.12 SemobBrasília-DF, 24/12/2019 – O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) firmou dois acordos de cooperação técnica que vão aumentar a capacidade da Pasta para avaliar a implementação e os impactos da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU). Os termos foram firmados com o WRI Brasil e o Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) e têm validade de dois anos, com possibilidade de renovação, caso haja concordância entre as partes.

Segundo o coordenador-geral de Articulação e Gestão da Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana (Semob), Marcell Costa, as parcerias serão importantes instrumentos para otimizar a avaliação e implementação da PNMU.

“Essas são parcerias que já estão em andamento e, agora, foram formalizadas. Vão nos ajudar a fazer avaliação da Política Nacional de Mobilidade Urbana, na medida em que nos permitirão elaborar documentos de diagnóstico e a avaliar a aplicação da política por indicadores específicos”, explicou.

O primeiro dos acordos tem como escopo o progresso de atividades, estudos, metodologias e indicadores que subsidiem uma avaliação da aplicação da PNMU em curto, médio e longo prazos. O WRI Brasil ficará encarregado de adaptar a metodologia de validação das informações coletados pela Pesquisa de Satisfação do Programa QualiÔnibus.

Já a parceria com o IEMA contemplará a avaliação de políticas públicas e os impactos da mobilidade urbana associados ao meio ambiente. As ações vão se concentrar no cálculo dos indicadores de emissões de gases de efeito estufa e poluentes locais – as variáveis constam no eixo Sustentabilidade Ambiental da lista de parâmetros de efetividade da Política Nacional de Mobilidade Urbana.

Leia mais: http://www.cidades.gov.br/ultimas-noticias/12515-acordos-com-entidades-permitirao-ao-mdr-otimizar-avaliacao-da-politica-de-mobilidade-urbana