Para o consumidor, a redução dos preços deverá ser sentida nas próximas semanas

publicado: 30/12/2019 17h06 última modificação: 30/12/2019 18h34

O preço da arroba do boi gordo demonstrou queda média de 15% no mês de dezembro. Esse recuo interrompe a alta de 28,5% contabilizada ao longo dos últimos seis meses nos principais mercados do país, de acordo com inventário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Nesta segunda-feira (30), a arroba do boi gordo estava cotada em R$ 180. No início do mês, o valor chegou a R$ 216. Em Mato Grosso do Sul, o recuo foi de R$ 220 para R$ 190 na mesma época.

Um cenário que indica uma acomodação dos preços no atacado, com reflexos positivos a curto prazo no varejo, avalia o diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Sílvio Farnese. Esse comportamento dos preços se deve à regulação do próprio mercado, com melhor equilíbrio entre a oferta e a procura. 

Para o consumidor, a redução dos preços deverá ser sentida nas próximas semanas, com a renovação de estoques por parte dos supermercados. Na última semana, já foi observada queda no valor de cortes de traseiro, que têm cotações mais elevadas e mais sensíveis às variações de demanda. Um exemplo é a alcatra que teve a maior desvalorização, com 4,5% de queda no preço nos últimos sete dias.

A tendência para os próximos meses, segundo Farnese, é de estabilização dos preços, que devem permanecer nesta faixa. “Não há margem para crescimentos futuros”, avalia.

Clique aqui para ouvir a matéria da Rádio Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Informações à imprensa

imprensa@agricultura.gov.br

Leia mais: http://www.agricultura.gov.br/noticias/ano-se-encerra-com-queda-media-de-15-na-cotacao-da-arroba-do-boi-gordo