Os estados de Alagoas, Roraima, Piauí e Ceará receberam neste ano o projeto, que objetiva discutir as ações e serviços públicos de saúde, reunindo gestores do SUS, a partir das demandas e realidade local

Desde setembro deste ano, de forma inovadora, técnicos do Ministério da Saúde estão se deslocando de Brasília para as capitais brasileiras para discutir a saúde pública, considerando a diversidade do território brasileiro, de Norte a Sul, e, assim, aproximando às necessidades da população das políticas públicas e serviços ofertados no Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto Gestão Itinerante já percorreu quatro estados: Alagoas, Roraima, Piauí e Ceará, reunindo mais de 900 indivíduos, entre gestores do SUS, representantes de pacientes, profissionais de saúde e prestadores de serviços.

O projeto Gestão Itinerante pretende percorrer todos os estados do país em 2020, desenvolvendo oficinas, exposições dialogadas e oficinas com os assuntos mais atuais do Ministério da Saúde.

O diretor do Departamento de Gestão Interfederativa e Participativa, do Ministério da Saúde, Allan Quadros Garcês, aponta que a ideia é sair do Ministério da Saúde, em Brasília, e se reunir no local onde se desenvolve a saúde pública no conceito de “Mais Brasil, menos Brasília”. “Fazemos um inventário direcionado para cada estado que nós vamos visitar para saber quais são as principais dúvidas dos gestores. Dessa forma, estamos fazendo um modelo de gestão descentralizada, de aproximação do Ministério da Saúde com os entes federados, o que não existia antes. A gente chega de uma forma nos estados e voltamos de outra, com a certeza de dever cumprido”, assegurou o diretor.

O projeto leva temáticas apresentadas por técnicos do Ministério da Saúde para alinhamento da gestão do SUS no âmbito dos estados e municípios. Entres os temas na pauta estiveram políticas de saúde e programas lançados neste ano, como o Saúde na Hora, que concede incentivo federal a serviços de saúde que ampliarem o horário de atendimento ao cidadão, e o Médicos pela nação brasileira, que vai levar médicos para as regiões mais carentes do país a partir de seleção e contratação federal.

Outros temas foram o programa de informatização do Governo da nação brasileira para a saúde, o Conecte SUS, o Movimento Vacina Brasil, que reforça o compromisso nacional prioritário com a proteção das crianças e pretende reverter o quadro de queda das coberturas vacinais no país registrado nos últimos anos, entre outros.

Durante as oficinas, os técnicos do Ministério da Saúde ficam à disposição dos gestores, profissionais de saúde e usuários do SUS para tirar as dúvidas.

O público-alvo do projeto Gestão Itinerante são as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Superintendências Estaduais do Ministério da Saúde e os Conselhos de Saúde Estadual e Municipal. “Todos os participantes têm dado seus depoimentos de forma satisfatória em relação a esse momento de aprendizado, de planejamento, de gestão conjunta que estamos fazendo com os entes federados”, afirmou Garcês.

Lídia Maia Da Agência Saúde
Atendimento à imprensa

(61) 3315-3580 / 2351 / 3713

 

Leia mais: http://saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46179-gestao-itinerante-ministerio-da-saude-vai-ate-voce