O repasse será feito até o dia 28 de dezembro. Na última sexta-feira (13), o Ministério da Saúde anunciou o reforço de R$ 152 milhões e desse total, R$ 76 milhões já estão na conta do município

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, garantiu hoje a antecipação, até o dia 28 de dezembro, da segunda parcela de R$ 76 milhões da ajuda emergencial do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, para o socorro à cidade do Rio de Janeiro, que estava prevista para pagamento em janeiro de 2020. O anúncio foi feito durante reunião ocorrida nesta quinta-feira (19), com a participação de gestores de saúde do município e do estado do Rio de Janeiro, parlamentares federais e representantes do Ministério Público. Na última sexta-feira (13), a pasta anunciou reforço de R$ 152 milhões para a saúde do Rio de Janeiro. Desse total, R$ 76 milhões já estão na conta do município.

Os recursos servirão para garantir a retomada do funcionamento integral de 24 unidades de saúde paralisadas por falta de pagamento de funcionários, que reclamam não receber salários. As parcelas dizem respeito ao dinheiro repassado pela União mensalmente para que estados e municípios paguem serviços de atendimento hospitalar de média e alta complexidade – o chamado teto MAC.

Na reunião, o ministro Luiz Henrique Mandetta afirmou que serão realizadas reuniões semanais entre União, estado e município, junto com parlamentares para o retorno da normalidade no atendimento à população. Ele reforçou que o Ministério da Saúde é uma das partes do SUS e que, junto com o governo e parlamentares do estado, vai ajudar o município a passar por esta crise. “Vamos antecipar a parcela de R$ 76 milhões para o município do Rio de Janeiro para até o dia 28 de dezembro na visão de que não adianta só regularizar o pagamento de trabalhadores, mas também os insumos para melhorar o atendimento à população”, reforçou Mandetta.

Nesta semana, o Ministério da Saúde anunciou ainda a habilitação de novos serviços de saúde no estado do Rio de Janeiro, que passam a contar com mais R$ 56 milhões. Deste total, R$ 11,4 milhões serão destinados ao município do Rio de Janeiro para abertura de novos leitos hospitalares, CAPS, entre outros.

Por Roberto Chamorro, da Agência Saúde 
Atendimento à Imprensa
(61) 3315-3580

Leia mais: http://saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46162-ministro-da-saude-garante-antecipacao-de-r-76-milhoes-da-segunda-parcela-de-socorro-ao-rio-de-janeiro