Governo Federal apoia ampliação do sistema de transporte coletivo em São Paulo

Últimas notícias

Ministro Gustavo Canuto autorizou, nesta sexta-feira (17), expansão da Linha 9 – Esmeralda da CPTM. Expectativa é beneficiar 111 mil pessoas por dia na Zona Sul da capital

17 01 Mobilidade São PauloBrasília-DF, 17/1/2020 – O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, assinou nesta sexta-feira (17) a autorização para as obras de ampliação da Linha 9 – Esmeralda, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), em São Paulo. O empreendimento conta com recursos do Governo Federal e permitirá o atendimento diário de mais de 111 mil pessoas da região das estações de Varginha e Mendes, na Zona Sul da capital paulista.

O aporte federal para as obras em 2019 foi de R$ 151,3 milhões. Destes, R$ 48,5 milhões já foram aplicados e outros R$ 102,7 milhões estão garantidos para o andamento das intervenções neste ano. “Esse investimento mostra a preocupação do presidente Jair Bolsonaro com a população de São Paulo. Isso vai facilitar o deslocamento dessas pessoas e trazer qualidade de vida. É uma hora a menos que elas vão passar no trânsito e que ficarão com sua família e produzirão mais no trabalho. Isso gera desenvolvimento e riqueza para São Paulo e para o Brasil”, destacou o ministro.

Ao todo, os repasses federais ficarão em R$ 500 milhões para a execução do projeto. Com previsão de conclusão para 2021, o tempo de deslocamento entre início e o fim da Linha 9 – Esmeralda será reduzido em uma hora e beneficiará mais de 800 mil pessoas em todo o percurso.

A obra

Os investimentos do Governo Federal apoiam a construção das duas novas estações que interligarão a cidade de Osasco (SP) e a Zona Sul da capital paulista e, também, a instalação de trilhos em 4,5 quilômetros.

Além disso, o empreendimento compreende a construção de quatro viadutos, duas passagens inferiores de pedestres, três passagens para veículos, um bicicletário em cada estação, sistema de sinalização do trecho, entre outras intervenções. “O recurso financeiro que foi passado já deu um colchão financeiro suficiente para essa obra andar sem nenhum percalço”, reforçou Gustavo Canuto.

Investimentos em São Paulo

No ano de 2019, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) efetuou repasses da ordem de R$ 381,5 milhões para o estado de São Paulo. Esses recursos contemplam apoio a empreendimentos de mobilidade urbana, gestão de risco de desastres, apoio à urbanização de assentamentos precários e saneamento básico.

“Importante trazer a presença do presidente Jair Bolsonaro e falar que o estado de São Paulo tem sido agraciado com verbas públicas federais. Mesmo sendo o estado mais rico do País, conta com o apoio do Governo Federal em diversos setores. A população pode contar conosco”, afirmou o titular da Pasta.

No setor de mobilidade urbana, outras obras importantes para os paulistas tiveram apoio financeiro do MDR. A Linha 7 – Rubi da CPTM, por exemplo, teve acesso a R$ 89,6 milhões para a aquisição de seis trens com oito carros cada, o que permitirá aumentar a capacidade de atendimento no trecho.

A linha atende a capital e os municípios de Caieiras, Campo Limpo Paulista, Franco da Rocha, Francisco Morato, Jundiaí e Várzea Paulista. A demanda diária é de 462 mil passageiros. “O investimento federal em mobilidade urbana é essencial para uma metrópole como São Paulo, que tem milhões de pessoas que utilizam o transporte público coletivo todos os dias”, reforçou o ministro. 

Já a Linha Verde do BRT de Campinas contou aporte de R$ 44 milhões, no último ano. A obra terá 37 quilômetros de extensão e ligará a região central do município aos terminais Ouro Verde e Vida Nova, beneficiando mais de um milhão de pessoas.

Mobilidade no País

Em 2019, o MDR beneficiou mais de 4 mil municípios e gerou 1,3 milhão de empregos no setor de mobilidade urbana. No período, foram finalizadas 739 obras de pavimentação e 76 empreendimentos paralisados foram retomados. Os investimentos chegaram a R$ 1,99 bilhão da União e outros R$ 44,18 bilhões em financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Leia mais.

Leia mais: http://www.cidades.gov.br/ultimas-noticias/12552-governo-federal-apoia-ampliacao-de-transporte-coletivo-em-sao-paulo