Vice-governador Ranolfo Vieira Júnior recebeu a comitiva lajeadense em seu gabinete Foto: Leonardo Rosa Vice-governador Ranolfo Vieira Júnior recebeu a comitiva lajeadense em seu gabinete

Uma comitiva lajeadense foi a Porto Alegre, nesta quarta-feira (05/02), para apresentar propostas de melhorias na estrutura do Instituto Geral de Perícias e nas delegacias de polícia. Organizada pela vereadora Mariela Portz, a reunião com o vice-governador do estado, Ranolfo Vieira Júnior e com a diretora-geral do IGP, Heloísa Kuser, também foi acompanhada pelo deputado Mateus Wesp e pela delegada Flávia Frey, chefe de gabinete do vice-governador.

A comitiva foi integrada pelo delegado e chefe de Polícia Regional, José Romaci Reis, pelo secretário de Segurança Pública de Lajeado, Paulo Locatelli, pela coordenadora pedagógica da Faculdade de Medicina da Univates, Maria Isabel Lopes, pela Pró-Reitora de Ensino da Univates, Fernanda Pinheiro, pela presidente do Codevat, Cíntia Agostini, e pela vereadora Mariela Portz.

A situação precária do IGP em Lajeado, tanto em relação aos recursos humanos como estruturais, foi exposta pela comitiva. O IGP possui apenas um médico perito/legista e três técnicos. Não há papiloscopista e nem plantão em no mínimo dois finais de semana por mês. Em relação à estrutura física, ela está totalmente defasada com computadores antigos, salas pequenas, departamento de necropsias sem câmara fria, RX, ar condicionado, entre outras deficiências.

A Univates se colocou à disposição para auxiliar nas melhorias de estrutura física da sala de necropsias. Foi levantada a possibilidade, a exemplo do que acontece em Caxias do Sul, de um convênio do IGP com a universidade, para alocar o departamento de necropsias dentro do campus.
Também foi solicitado que a referência do IGP Lajeado seja Santa Cruz do Sul e não Porto Alegre, com o objetivo de agilizar várias demandas.

Além da questão do IGP, também foi proposta a construção de uma Central de Polícia, a exemplo de Canoas, cujo case é referência nacional. O complexo poderia abrigar a Delegacia de Polícia (DP) distrital, DP Regional, a DPPA, Draco e DEAM e IGP. O delegado Reis comunicou que já fez a solicitação oficial do terreno atual que abriga o Daer, e que está em nome do Estado, para implantação da Central de Polícia.

“Caso o Estado aprove a melhoria, o município tem possibilidade de auxiliar nas tratativas para a construção do complexo, como por exemplo, na questão dos projetos arquitetônicos e complementares”, destaca Locatelli. O secretário também colocou à disposição os terrenos da cidade, de propriedade da prefeitura, para serem avaliados pela DP regional.

Foto de Leonardo Rosa

Leia mais: http://www.lajeado.rs.gov.br/?titulo=Comitiva lajeadense apresenta propostas de melhorias na estrutura do IGP e delegacias&template=conteudo&categoria=892&codigoCategoria=892&idNoticia=9989&tipoConteudo=INCLUDE_MOSTRA_NOTICIAS