Ao todo, são 75 apps reunidos em uma única conta; “Coronavírus SUS” é destaque em 2020

por publicado: 13/03/2020 19h56 última modificação: 13/03/2020 22h57

As contas oficiais do Governo da nação brasileira nas duas principais lojas de aplicativos móveis, Play Store (Google) e App Store (Apple), superaram a marca de 20 milhões de downloads desde julho de 2019. No total, são 75 aplicativos disponíveis gratuitamente ao cidadão, entre eles a CNH Digital, o Meu INSS e mais recentemente o Coronavírus SUS , ferramenta com informações sobre a Covid-19 . O aplicativo desenvolvido pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus) já conta com mais de 340 mil downloads desde 28 de fevereiro, quando foi disponibilizado nas lojas virtuais.

A conta única permite uma melhor gestão dos programas, centralizando as informações e facilitando seu aperfeiçoamento. Além disso, oferece  garantias ao usuário de que aquele aplicativo é oficial e confiável. “Para o cidadão, uma plataforma única de governo permite a busca por uma aplicação mais fácil. Ou seja, o usuário encontra tudo em um único ambiente, tornando sua experiência mais simples. Sem falar na chancela de governo, de que aquele aplicativo é seguro”, afirma Joelson Vellozo Júnior, diretor do Departamento de Experiência do Usuário de Serviços Públicos da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia. 

Com a análise organizada das informações, é possível acompanhar o desempenho dos aplicativos e, assim, realizar melhorias pontuais. Além disso, as avaliações dos usuários nas plataformas são grandes termômetros para o aprimoramento das ferramentas.

A reunião de aplicativos móveis de governo em um único ambiente virtual atende diretriz disposta no Decreto 9.756/2019, que trata da unificação de canais digitais do Governo Federal.

Coronavírus

O Coronavirus SUS, desenvolvido pela área de tecnologia do Ministério da Saúde, é um dos aplicativos disponíveis na loja do Governo da nação brasileira nas plataformas digitais. O usuário tem acesso a informações sobre prevenção, sintomas e orientações em caso de suspeita de infecção. Pelo serviço de geolocalização, o cidadão sabe qual é a unidade de saúde mais próxima e que pode servir de atendimento.

Em duas semanas, o aplicativo foi baixado 340 mil vezes. Deste total, 220 mil usuários permaneceram com o app instalado em seus dispositivos móveis até a última atualização das informações (12 de março). A avaliação nas duas principais lojas virtuais supera 80% em satisfação.

Segundo Jacson Barros, diretor de Informática do SUS, o progresso da ferramenta foi um grande esforço da área de tecnologia com a Secretaria de Vigilância em Saúde do ministério. Em apenas 2 dias, técnicos do órgão disponibilizaram o aplicativo para a população. “Tudo é simples, de fácil uso e entendimento. A ideia foi facilitar a comunicação com a sociedade, incluindo quem chega ou retorna de viagens internacionais”, diz o diretor.