Com o apoio do Itamaraty, 149 brasileiros que estavam em Quito, no Equador, embarcaram de volta aa nação brasileira na noite de segunda-feira (30). O grupo chegou em São Paulo (SP) na madrugada do dia 31. A delegação de natação paralímpica nacional faz parte do grupo repatriado. Os atletas estavam no país vizinho desde o dia 3 de março com o objetivo de treinar para o Open Internacional de Natação, competição que era uma oportunidade para obtenção de índices para os Jogos Paralímpicos de Tóquio.

No twitter, o Ministério das Relações Exteriores publicou vídeo onde os repatriados agradecem o apoio do Governo Federal. “A nossa equipe hoje está viajando de volta aa nação brasileira e estamos muito gratos ao Itamaraty por ter dado todo esse apoio e por ter trazido esse avião que irá nos levar para casa”, disse a atleta Taís Bobato. Essa é a primeira vez que a assistência consular a brasileiros no exterior inclui fretamento de voos para trazer de volta os brasileiros retidos no mundo inteiro.

#ItamaratyBrasileiros/ Equador 🇪🇨: voo humanitário de repatriação Quito-São Paulo. pic.twitter.com/9CjH0musB3

— Itamaraty Brasil🇧🇷 (@ItamaratyGovBr) March 31, 2020

Voos de repatriação

Ao todo, há ainda cerca de sete mil brasileiros a repatriar mundo a fora. A prioridade federal tem sido pelos locais onde não há voos comercias em operação, como é o caso do Equador. O portal do Ministério das Relações Exteriores reúne uma série de informações e serviços para brasileiros que estejam fora do país e precisando de auxílio para retornar.

 

Com informações do Ministério das Relações Exteriores

Leia mais: https://www.gov.br/pt-br/noticias/assistencia-social/2020/03/brasileiros-que-estavam-no-equador-sao-repatriados