Os temas abordados no encontro e as decisões tomadas foram:

– Central de Atendimento 24 Horas

A partir desta terça-feira, 17/03, começa a funcionar no município uma Central de Atendimento 24 Horas para atendimento exclusivo de indivíduos com suspeita de contaminação por coronavírus. Por este telefone, as indivíduos com suspeita receberão orientações sobre como proceder.
 

Só devem ligar para os celulares, neste momento, indivíduos que atendam os dois critérios abaixo: 
 

1) Pessoas que tenham retornado de viagem ao exterior nos últimos 14 dias ou tenham entrado em contado com alguém comprovadamente contaminado 

E que também tenha:

2) Febre medida a partir de 37,8°C e sintomas respiratórios como tosse ou falta de ar

IMPORTANTE: não use estes telefones para informações gerais sobre o vírus. As linhas precisam ficar disponíveis para quem realmente precisa. Se você tem dúvidas sobre o coronavírus, há telefones de informação:

136 – Ministério da Saúde

150 – Disque Vigilância do Estado do Rio Grande do Sul

Casos suspeitos em avaliação em Lajeado

Lajeado tem três novos casos suspeitos de contaminação por coronavírus em avaliação. Os exames foram coletados e encaminhados para exame em Porto Alegre. 
 

Quatro casos suspeitos já foram descartados em Lajeado.
 

O quadro atual no dia 17/03, às 9h30, é este: 

Casos notificados Casos descartados Casos em investigação Casos confirmados
7 4 3 0

Aulas na rede municipal

Neste momento, as aulas na rede municipal estão mantidas. Como ainda não há casos confirmados na cidade, a decisão do Comitê de Contingencimaneto é por manter as atividades na rede do município. A cada dia, a situação é monitorada, e a qualquer momento a decisão pode mudar. 
 

Importante ressaltar que a decisão de manter as aulas deve-se ao efeito cascata que seria provocado pelo cancelamento do atendimento na rede municipal. É nas escolas do município que estão matriculadas cerca de 70% das crianças de Educação Infantil da cidade. A suspensão das aulas de crianças pequenas exigirá que pais fiquem em casa para supervisionar, o que produzirá problemas no trabalho, ocasionando faltas em todos os segmentoes econômicos da região. O problema afeta inclusive os profissionais da saúde com filhos pequenos, que precisarão organizar as famílias porque precisam seguir trabalhando neste momento. O cancelamento também pode produzir o problema mais temido, que é as crianças terem que ficar com os avós enquanto os pais trabalham, o que coloca em risco a população mais vulnerável.
 

Ainda assim, o município está ciente de que esta decisão terá que ser tomada mais adiante e já orienta as famílias a irem se organizando e buscando alternativas.

Orientações para transporte público e instituições de idosos

 

As empresas de transporte público e táxis que atuam no município estão sendo comunicadas formalmente para intensificarem os cuidados com a limpeza dos veículos, principalmente maçanetas, botões, encosto e apoio das cadeiras.
 

As chamadas Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) também estão recebendo orientação específica para restringir as visitas e para intensificar da adoção de medidas de higiene, não compartilhamento de objetos e outras.

 

 

Receitas de medicamentos

 

Os postos de saúde foram orientados a estender a validade de receitas de medicamentos de uso contínuo por mais seis meses para os casos que precisariam ser renovados agora. O objetivo da medida é reduzir a necessidade de indivíduos se deslocarem ao posto para buscar a nova receita.

 

 

Mais informações

 

Outras informações e orientações gerais sobre a situação do coronavírus em Lajeado podem ser acessadas em: http://bit.ly/CoronavirusLajeado