Reunião no Gabinete em 16.03.20 Foto: Giovani Marasca Reunião no Gabinete em 16.03.20

Diante da ameaça de ampliação da contaminação por coronavírus e dos riscos aumentados da doença para a população de terceira idade, a Prefeitura de Lajeado publicou decreto nesta segunda-feira suspendendo os eventos municipais com público que estavam previstos para as próximas semanas e recomendando a suspensão de eventos privados em todo o município. A decisão foi tomada em conjunto pelo Grupo de Contingência e Acompanhamento do Coronavírus – Lajeado, que reúne Prefeitura, 16ª Coordenadoria Estadual de Saúde, Hospital Bruno Born, Unimed, Univates, UPA, Ministério Público e Defesa Civil. O decreto 11.480/2020 entra em vigor nesta segunda-feira e tem prazo indeterminado.

A suspensão é obrigatória para eventos do município e recomendada para todos os eventos privados que impliquem aglomeração, como festas, eventos sociais, missas e cultos. O concurso público do município, que seria realizado no próximo domingo, dia 22/03, também foi suspenso e terá nova data divulgada quando for possível.

– Queremos ressaltar que estas ações, mesmo que pareçam radicais num primeiro momento, são atitudes para proteger nossa comunidade. Com estas medidas, queremos garantir que a menor quantidade de indivíduos tenha que ser atendida com quadro grave. E a única forma de nos protegermos é prevenir a contaminação – explica o prefeito Marcelo Caumo.

Reuniões diárias do Grupo de Contingência estão sendo realizadas na Prefeitura para avaliar a situação e ajustar as regras, conforme a necessidade. Internamente, a prefeitura também suspendeu encontros de treinamento para servidores, que serão realizados em outros momentos. O foco de capacitação agora será restrito para atuação relacionada ao coronavírus.

Para ter acesso ao decreto, clique aqui e acesse a página 8.

 

Escolas municipais ainda em funcionamento

Nesta segunda-feira, não há esta recomendação para as escolas municipais, que podem seguir funcionando por enquanto. A manutenção do funcionamento da rede municipal é em razão do efeito cascata que a interrupção das atividades provoca em todo o segmento produtivo do município, causando problemas para empresa e órgãos da cidade. Esta orientação pode mudar a qualquer momento, dependendo da evolução da epidemia e das orientações dos órgãos responsáveis da Secretaria Estadual da Saúde e do Ministério da Saúde.

Aquisição de 7 equipamentos de ventilação mecânica

A Prefeitura autorizou a compra de 7 equipamentos de ventilação mecânica, que serão repassados para utilização no Hospital Bruno Born para os casos graves causados pelo coronavírus. O recurso de R$ 500.000,00 teve origem no superávit de 2019, ou seja, recursos economizados pelo município, o que tornará possível o incremento de 25% da quantidade de respiradores – hoje, o HBB tem 28 equipamentos como este.

Os ventiladores são essenciais para os casos graves da doença, quando o paciente fica sem condições de respirar sozinho e, por isso, necessita ser entubado e receber ventilação mecânica.

– Em momentos de crise as parcerias são fundamentais. Esta é a hora de todos trabalharmos juntos para evitar que o quadro piore. A aquisição dos respiradores irá nos auxiliar muito, já que em geral todos os equipamentos disponíveis no HBB estão ocupados por pacientes da UTI. Os respiradores serão utilizados na sala crítica que o hospital está estruturando somente para atender casos de infecção por coronavírus. Este acréscimo possibilita uma resposta mais adequada às indivíduos que estiverem infectadas e precisarem de atendimento – disse Cristiano Dickel, diretor executivo do HBB.

3 novos casos suspeitos e 3 casos que deram negativo em Lajeado

Na sexta-feira, 13/03, o município demonstrou 3 casos suspeitos – um casal e uma criança que voltaram de viagem ao exterior -, que tiveram material coletado para exame. Na tarde desta segunda-feira, os fechamentos dos exames deram negativo para coronavírus. O fechamento é extra-oficial porque o laudo ainda não havia sido oficialmente entregue ao município.

Nesta segunda-feira, entretanto, surgiram 3 novos casos suspeitos, de adultos que retornaram de viagem à Europa. Os exames serão coletados e enviados ao Lacen para avaliação nesta terça-feira.

Eventos suspensos

Segundo o decreto, está suspenso todo e qualquer evento que dependa de licença do município:

– Assembleias e reuniões de pais e professores das escolas municipais

– Atividades de capacitação, treinamento ou eventos coletivos realizados pelo poder público municipal que impliquem aglomeração de indivíduos

– Bailes e encontros diários dos grupos de terceira idade do Projeto Conviver

– Grupos de educação em saúde

– Grupos do CRAS

– Eventos e reuniões, privados ou públicos, dentro dos espaços da prefeitura (Casa de Cultura, Biblioteca Municipal, Salão de Eventos, etc.)

– Campeonato Piá

– Concurso público

– Lajeado Doce Cidade

– Atividades da Academia de Saúde do Olarias

Além disso, a Defesa Civil deixará de receber e entregar doações. E também estão suspensas as férias dos servidores lotados na Secretaria de Saúde.¿

O decreto também recomenda a suspensão ou redução do horário de funcionamento das seguintes atividades:

– Cinemas

– Shows, palestras e cerimônias

– Casas noturnas¿

– Missas e cultos

– Academias de ginástica

– Salões de beleza

– Eventos privados de empresa

– Eventos sociais de entidades e clubes

– Aulas particulares de qualquer tipo

– Bares e restaurantes

– Hotéis

– Jogos esportivos

Idosos, doentes e casos suspeitos devem ficar em casa

As autoridades indicam que indivíduos com mais de 60 anos e pacientes com doenças crônicas tenham cuidados redobrados em razão de o coronavírus ser mais letal nestes casos. O risco aumentado está no fato de essa indivíduos serem mais suscetíveis a desenvolverem quadros respiratórios graves ao serem contaminadas pelo coronavírus. A orientação é que idosos, indivíduos com doenças crônicas e casos suspeitos permaneçam em casa, em isolamento residencial completo, tenham o menor número de contatos pessoais possível e, se for o caso, contatem os órgãos de saúde por meio do telefone para receberem orientação (veja abaixo). O objetivo é evitar contaminação.

Sobre como saber se a pessoa é um caso suspeito

Neste momento, são considerados suspeitos os casos de indivíduos que: tiverem viajado ao exterior (qualquer país) nos últimos 14 dias E QUE TAMBÉM estejam apresentando algum destes sintomas: 

– Febre medida

– Sintoma respiratório, como tosse ou dificuldade para respirar

IMPORTANTE: se a pessoa se considera um caso suspeito, a orientação é que já se isole o máximo possível, de preferência em casa, e não tenha contato com outras indivíduos para evitar a contaminação. Ela não deve ir ao hospital ou à UPA neste momento, mas seguir os passos abaixo.

O que o caso suspeito deverá fazer:

A pessoa deverá:

– Ligar para a Vigilância Epidemiológica do município no 3982-1119 ou 3982-1217 das 7h30 às 16h30 

– O caso será avaliado pela equipe da Vigilância, que fará os encaminhamentos necessários para o atendimento de saúde e para coleta de exames, se necessário

IMPORTANTE: esta orientação poderá mudar a qualquer momento, dependendo da reavaliação das condições e do monitoramento da doença no dia a dia.