Na manhã desta sexta-feira (6/3), na sede do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), juntamente os Institutos Federais gaúchos (IFRS, IFSul e IFFar), lançou o Edital de Pesquisa Aplicada dos Institutos Federais em Parceria com Instituições Demandantes, na presença dos reitores, pró-reitores, diretores dos institutos de pesquisa, professores e pesquisadores.

O objetivo deste edital é fomentar projetos entre Institutos Federais do Rio Grande do Sul e Instituições Parceiras Demandantes (empresas públicas ou privadas, organizações não governamentais, associações sem fins lucrativos, cooperativas e escolas de ensinos fundamental ou médio, com sede no RS, que demandem por soluções de problemas), com foco em Pesquisa Aplicada, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PD&I), visando à solução de problemas reais das Instituições Parceiras Demandantes.

Esta é uma nova oportunidade para aproximar a necessidades de empresas e instituições com a capacidade de produzir conhecimento dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia gaúchos. Em todo o Estado, 90 projetos de pesquisa que visem à solução de problemas reais receberão investimento para serem desenvolvidos por servidores e estudantes dos Institutos Federais do Rio Grande do Sul (IFRS), Sul-rio-grandense (IFSul) e Farroupilha (IFFar).

O investimento do edital será de R$ 1,8 milhão, proveniente do orçamento da Fapergs e dos Institutos Federais, sendo destinados R$ 600 mil para cada um dos IFs.

Sobre os projetos

As empresas ou entidades públicas ou privadas interessadas podem procurar a coordenação ou direção de Pesquisa de um dos campi dos IFs (são 41 campi participantes, em 39 municípios gaúchos). Elas devem apresentar a demanda ou o problema a ser resolvido, para uma avaliação a respeito da viabilidade de execução de um projeto para atendê-la. Não há pagamento da demandante para a realização do projeto, mas será necessária alguma contrapartida, como o fornecimento de algum material ou a disponibilização de horas de trabalho de algum funcionário.

Os projetos devem ser propostos por servidores dos Institutos Federais no período de 9 de março até 7 de maio de 2020. A seleção será realizada pela Fapergs. As iniciativas aprovadas terão o prazo máximo de 24 meses para execução e poderão receber até R$ 20 mil, sendo até R$ 9.600 para o pagamento de bolsas de iniciação tecnológica e inovação e até R$ 10.400 para despesas de custeio e capital.

Informações adicionais podem ser obtidas pelo site da Fapergs, pelo telefone (51) 3221-4922, ramais 200 e 201, e-mail dec@fapergs.rs.gov.br, ou na sede da Fapergs, na avenida Borges de Medeiros, 261, 2º andar, em Porto Alegre.

Saiba mais sobre os Institutos Federais do Rio Grande do Sul

Os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia são instituições federais de ensino público e gratuito. Oferecem cursos de nível médio (técnicos que podem ser cursados de forma integrada, concomitante e subsequente ao Ensino Médio), superiores (de graduação e pós-graduação) e de extensão.

No Rio Grande do Sul, há três Institutos Federais (IFs):

IFRS
O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) tem 17 campi em 16 municípios gaúchos: Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão. A reitoria está localizada no município de Bento Gonçalves. Saiba mais no site da IFRS

IFSul
O Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) tem 14 campi em 13 municípios gaúchos: Pelotas, Pelotas – Visconde da Graça, Sapucaia do Sul, Charqueadas, Passo Fundo, Bagé, Camaquã, Venâncio Aires, Santana do Livramento, Sapiranga, Lajeado, Gravataí, Jaguarão e Novo Hamburgo. A reitoria está localizada em Pelotas. Saiba mais no site da IFSul

IFFar
O Instituto Federal Farroupilha (IFFar) tem 11 campi: Alegrete, Frederico Westphalen, Jaguari, Júlio de Castilhos, Panambi, Santa Rosa, Santo Ângelo, Santo Augusto, São Borja, São Vicente do Sul e Uruguaiana. A reitoria está localizada em Santa Maria. Saiba mais no site da IFFar

Texto: Marcia Iracét Borges/Ascom Fapergs
Edição: Secom