CORONAVÍRUS

 Ministério do Turismo integra comitê que monitora impactos da Covid-19 e articula ações contra a propagação da doença

Por André Martins

17 03 2020 fachadamtur
Grupo contará com 20 ministros de Estado, entre eles o ministro Marcelo Álvaro Antônio, do Turismo. Crédito: Roberto Castro/MTur

Um decreto presidencial publicado no Diário Oficial da União estabelece a criação do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 (Confira o texto aqui). O grupo, composto por 20 ministros de Estado e representantes de órgãos como Advocacia-Geral da União, Banco Central, Banco da nação brasileira, BNDES e Caixa Econômica Federal, vai organizar ações governamentais de combate à disseminação da enfermidade.

Liderado pelo ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Walter Braga Netto, o colegiado atuará de forma coordenada junto ao Grupo Executivo Interministerial de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional e Internacional. Este último é responsável por propor, articular e acompanhar a alocação de recursos para a adoção de medidas de preparação contra enfermidades.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, integrante do novo comitê, frisa a importância da união de esforços no sentido de minimizar impactos da doença. “Estamos em permanente contato com a área de saúde do governo federal e com representantes do trade turístico para orientar a adoção de medidas que ajudem o segmento a superar este momento de adversidade e manter sua forte contribuição à economia e à geração de emprego e renda na nação brasileira”, lembra.

Marcelo Álvaro dialoga com dirigentes do segmento turístico para receber demandas e discutir iniciativas de enfrentamento ao coronavírus. No início de março, em Brasília, o ministro comandou uma Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Turismo (CNT). Na ocasião, que contou com a presença do secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, foram relatadas ações de orientação a visitantes quanto a cuidados contra o vírus.