Gravidade do momento é tema da reunião do Coronavírus em Lajeado

Os principais temas debatidos foram em torno da gravidade do momento Foto: Giovani Mararasca Os principais temas debatidos foram em torno da gravidade do momento

O Grupo de Contingenciamento e Acompanhamento do Coronavírus – Lajeado reuniu-se na manhã deste sábado para falar da evolução dos casos de contaminação no coronavírus na região. Os principais temas debatidos foram em torno da gravidade do momento em razão de a cidade já ter 3 indivíduos internadas com suspeita de contaminação (os exames foram coletados mas ainda não tem fechamento). O fato de essas indivíduos terem participado de um cruzeiro com um grande grupo do município alertou as autoridades para o momento delicado e que poderá resultar em mais casos graves nos próximos dias.
 

As principais informações da reunião:
 

– Já há um provável caso de contaminação no município. O paciente está na UTI do Hospital Bruno Born em estado grave. Isso indica que o vírus está circulando na cidade e por isso as autoridades de saúde apelam para pedir o apoio da população para que fique em casa.
 

– Outros dois casos, também de passageiros do cruzeiro, foram internados e estão em observação. Todos os três internados já tiveram testes coletados para exame. 
 

– A situação epidemiológica de Lajeado hoje, 21/03/20, às 11h, é a seguinte:
 

Total de casos notificados: 17

Casos descartados: 7 

Casos em análise aguardando fechamento: 10 análise (incluindo os 3 casos internados)
 

– Os casos internados participaram de um cruzeiro com outras 21 indivíduos de Lajeado. Outras indivíduos da região também participaram. Se você é uma dessas indivíduos, a orientação é FAZER ISOLAMENTO DOMICILIAR, sem contatos externos. A orientação deve ser buscada pelos telefones da Central de Atendimento 24h: 99911-3609 ou 99571-3309
 

– A Vigilância Epidemiológica já contatou e orientou participantes do cruzeiro para que façam isolamento domiciliar. Este é o procedimento padrão para estes casos porque esta doença NÃO TEM TRATAMENTO. Por isso, a orientação das autoridades de saúde é apenas uma: FICAR EM CASA. Não há remédio que cure ou melhore a doença. O paciente que tiver as condições e características para ficar grave FICARÁ GRAVE, sem que nenhuma medicação possa evitar isso..
 

– O protocolo de atendimento para os casos de contaminação por coronavírus são: orientação para isolamento domiciliar, acompanhamento do caso, notificação das autoridades (que em Lajeado deve ser feito pelos telefones da Central de Atendimento 24h) e monitoramento. Quando houver agravamento do caso (dificuldade respiratória maior), notificar as autoridades para que orientem a conduta adequada. A pessoa que acredita ser um caso suspeito não deve buscar atendimento na UPA ou no hospital, mas seguir os passos mencionados.
 

– As indivíduos devem permanecer em casa o máximo possível. Orientem suas famílias, em especial os idosos, e fiquem em casa. Esta é maneira correta de cortar a corrente de contaminação e reduzir a quantidade de casos graves.
 

– Os idosos não podem sair às ruas. As famílias devem se organizar para apenas uma pessoa sair para comprar mantimentos. 
 

– Não frequente parques, praças e igrejas nem eventos de qualquer tipo. Fique em casa. Quando necessitar comprar mantimentos, apenas uma pessoa da família deverá fazê-lo. Nos supermercados, com a restrição de entrada, haverá filas nas portas. Na fila, não se aglomere.  Deixe um espaço de pelo menos um metro entre você e as outras indivíduos.