O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) passará a contar com 105 leitos em um novo Centro de Terapia Intensiva (CTI). A atual unidade tem 53 leitos. O hospital, vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), é referência no atendimento a casos graves causados pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado. O HCPA contou com recursos do Ministério da Educação para ampliar a capacidade de atendimento.

No início de março, o MEC liberou, emergencialmente, R$ 57 milhões para que o hospital comprasse os equipamentos e pagasse as despesas de custeio para colocar a unidade em funcionamento.

Até a próxima sexta-feira (3), 10 novos leitos de terapia intensiva, dedicados exclusivamente a pacientes portadores de Covid-19, devem ser instalados. Além disso, o MEC analisa o pedido de 775 vagas para profissionais assistenciais e de apoio para atuarem na unidade.

Para a diretora-presidente do HCPA, Nadine Clausell, o investimento realizado pelo ministério é um reconhecimento do protagonismo dos hospitais universitários no sistema de saúde brasileiro. “Temos vocação e expertise para a alta complexidade, profissionais muito capacitados e um ambiente acadêmico que favorece a qualidade e a segurança da assistência baseada em evidências científicas”, afirma.

A construção do prédio do novo CTI teve início em 2014 e foi concluída no ano passado. A nova unidade de terapia intensiva e outro edifício anexo ampliaram a área física do HCPA em quase 70%. As obras foram realizadas com recursos do Ministério da Educação. Cerca de R$ 504 milhões foram investidos nas melhorias.

Com informações do Ministério da Educação

Leia mais: https://www.gov.br/pt-br/noticias/saude-e-vigilancia-sanitaria/2020/03/hospital-das-clinicas-de-porto-alegre-amplia-leitos-de-terapia-intensiva