CRAS demonstrou grande número de idosos que foram se vacinar nesta segunda-feira Foto: Rafael Scheeren Grün CRAS demonstrou grande número de idosos que foram se vacinar nesta segunda-feira

Assim como em todo Brasil, nesta segunda-feira, dia 23/03, foi iniciada em Lajeado a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, que imuniza contra os vírus Influenza H1N1, H3N2 e Influenza sazonal. Nesta primeira fase, que transcorre até o dia 15/04, a campanha tem como foco a imunização de idosos que completam 60 anos ou mais em 2020 e profissionais da saúde. As primeiras doses recebidas para esta etapa foram todas aplicadas no primeiro dia, e agora o município aguarda o recebimento de mais doses para dar continuidade à imunização.

Em razão da pandemia ocasionada pelo Coronavírus (Covid-19), a Secretaria da Saúde (SESA) de Lajeado disponibilizou dois pontos inéditos para a campanha de vacinação, no intuito de evitar aglomerações nos dois postos de saúde que mais recebem indivíduos para se vacinar contra a gripe, na unidade do Centro e na unidade do Bairro São Cristóvão. Para tanto, no Centro, a vacinação está ocorrendo no CRAS Espaço da Cidadania, localizado na Rua Júlio May, 496. Por sua vez, no Bairro São Cristóvão a vacinação ocorre no CTG Tropilha Farrapa, localizado na Rua Fábio Brito de Azambuja, 245.

Quem se vacina todos os anos contra a gripe é Carlos Selle, de 77 anos, morador do Bairro Florestal. Ele conta que chegou às 6h30 da manhã para tomar seu lugar na fila em frente ao CRAS. “Fui o primeiro a chegar. Como sempre me vacino, nunca pego gripe forte, apenas um que outro resfriado”, destacou Selle.

Para manter as medidas de segurança e evitar o contágio da Covid-19, fiscais do Departamento de Trânsito orientaram os idosos a manter a distância mínima de 1 metro entre eles na fila que se formou nos pontos de vacinação.

Vacinação é suspensa e município aguarda novas doses

Em razão da procura acentuada pela imunização por parte do público prioritário, e levando em consideração que o Ministério da Saúde destina de forma escalonada as doses de vacinas aos municípios, nesta segunda-feira o volume de 3.500 doses disponibilizadas para Lajeado esgotou-se em todas as unidades. As próximas doses deverão chegar ainda esta semana, mas a Secretaria da Saúde orienta os idosos a aguardarem a orientação antes de saírem de casa.

Situações especiais

Para que também possam ser vacinados, os idosos acamados devem entrar em contato pelo telefone 3982 1126 para o agendamento da vacinação no local de sua residência. Além disso, os idosos que tem dificuldade de locomoção, podem ser levados de carro por um responsável e serem vacinados dentro do veículo pelos profissionais que atuam nos locais de vacinação.

Locais e horários de vacinação

A vacinação no CTG Tropilha Farrapa ocorre no horário das 7h30 às 11h15, e das 12h30 às 16h15, de segunda a sexta-feira. O CTG Tropilha Farrapa localiza-se na Rua Fábio Brito de Azambuja, 245, no Bairro São Cristóvão.

Outro ponto de vacinação nesta primeira fase da campanha é o CRAS Espaço da Cidadania, localizado na Rua Júlio May, 496, no centro de Lajeado. O horário de vacinação ocorre das 8h às 19h, sem fechar ao meio dia, de segunda a sexta-feira.

Além disso, ocorre vacinação nos postos de saúde dos bairros Montanha, Olarias, Conventos, Conservas, Santo Antônio, Jardim do Cedro e Campestre, no horário das 7h30 às 11h15, e das 12h30 às 16h15, de segunda a sexta-feira. O posto de saúde do bairro São Bento também atende para vacinação, mas somente pela manhã, das 7h30 às 11h15.

O Idoso deve levar um documento com foto ou cartão SUS para se vacinar. Já os profissionais da área da saúde deverão apresentar algum documento que comprove sua área de atuação.

Segunda fase

A segunda fase da campanha inicia no dia 16/04, contemplando professores de escolas públicas ou privadas, profissionais de forças de segurança e salvamento, bem como doentes crônicos.

Terceira fase

Já a terceira fase da campanha deve iniciar no dia 09/05, contemplando crianças de seis meses até menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto ou aborto), povos indígenas, adolescentes e jovens sob medida sócio educativa, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 anos até 59 anos completados em 2020 e portadores de deficiência física ou mental.

Texto: Rafael Scheeren Grün