O Grupo de Contingenciamento e Acompanhamento do Coronavírus – Lajeado reuniu-se na manhã desta segunda-feira para avaliar as ações e medidas tomadas, falar sobre a campanha de vacinação e definir as ações advindas.
 

Ampliação de leitos e de atendimento
 

O Hospital Bruno Born já deu início ao processo de esvaziamento gradativo dos leitos que costumam receber indivíduos que se recuperam de procedimentos eletivos e outros. A ideia é que o HBB seja a referência municipal para o atendimento de casos mais graves e consiga ir ampliando os leitos para estes casos na medida em que a necessidade vá surgindo. Assim, o segundo espaço que poderá ser ocupado para atender eventuais doentes serão espaços da Univates, onde já há espaço para receber pacientes em grande número para atendimento de casos leves. 
 

– Desta forma, entendemos que será possível atender com adequação a demanda que deverá surgir mais a frente. Como temos um hospital e uma universidade com espaços adequados e que poderão ser ampliados, entendemos que não é necessário, neste momento, montar em Lajeado hospitais de campanha como outros municípios estão fazendo. Temos aqui instalações mais adequadas nestes lugares para o atendimento. Mas é muito importante que outros municípios também se organizem em seus territórios para receber e atender seus próprios pacientes. Teremos que agir em conjunto para evitar problemas – disse o prefeito Marcelo Caumo.
 

Epidemiologia dos casos – RS é declarado área de transmissão comunitária
 

A partir da Nota Informativa do COE/RS da Secretaria Estadual da Saúde, de 22/03, o Rio Grande do Sul passa a ser declarado área de transmissão comunitária, ou seja, Estado em que há casos de contaminação cuja origem não é mais identificável. Em razão disso, o Estado restringirá os testes de confirmação do coronavírus apenas para os pacientes internados em hospital em estado grave. A partir de agora, então, o município não fará mais coleta domiciliar para testes, mas os telefones da Central de Atendimento 24h seguem atendendo e orientando os casos suspeitos e também as indivíduos que se consideram suspeitas de contaminação. 
 

O quadro do município de Lajeado ficou assim – 23/03, 16h30:

 

Casos notificados (total)

Casos descartados

Casos em investigação

Casos confirmados

18

10

5

3

 

 

Casos notificados (total)

Casos descartados

Casos em investigação

Casos confirmados

14 (3 novos)

4

10

0