A ministra Damares Alves marcou presença no Fórum de Políticas Públicas para Mulheres com Deficiência, nesta sexta-feira (06), em Brasília (DF).

O fórum foi uma das ações programadas pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) para o mês de março, em que se comemora o dia internacional da mulher (8 de março). O evento, realizado pela Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNDPD) em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM),  tratou de temas como violência contra mulher com deficiência, saúde e protagonismo.

Para Damares, o fórum é a grande oportunidade para ouvir o grito das mulheres com deficiência. “Quantas mulheres com deficiência na nação brasileira estão gritando, quantas não podem gritar por estarem amarradas a uma cama. Dói para nós no ministério receber tantas denúncias de violência contra a mulher com deficiência”, ressaltou.

A titular da SNDPD, Priscilla Gaspar, ressaltou a importância do evento.”O fórum foi o momento de manter aberto um diálogo entre a secretaria e a população, de forma a mapear os maiores desafios e anseios das mulheres com deficiência, além de ouvir sugestões e propostas para enfrentá-los”, explica.

Para a secretária nacional de Política para as Mulheres, Cristiane Britto, destacou as alterações no último ano que ajudaram no combate à violência contra as mulheres. “A boa notícia é que em 2019, o presidente Bolsonaro sancionou alteração na Lei Maria da Penha, com o objetivo de tornar obrigatória a informação sobre a condição de pessoa com deficiência da mulher vítima de agressão doméstica ou familiar”, ressaltou.

A reunião contou com especialistas da área e representantes da sociedade civil e do governo, a fim de fortalecer o trabalho conjunto em busca da construção de novas políticas públicas ou para os devidos ajustes nas já existentes.