SONDAGEM EMPRESARIAL

As expectaçãos para os próximos meses são positivas para mais de 60% deles, de acordo com inventário do Ministério do Turismo

Por Victor Maciel

12.03.2020_PRAÇA_DA_REVOLUÇÃO_ACRE.jpg

Praça da Revolução, em Rio Branco (AC). Crédito: Assis Lima/MTur

O Turismo segue gerando emprego para a população brasileira. Segundo sondagem empresarial, realizada pelo Ministério do Turismo, 30,4% dos empresários do segmento hoteleiro do Norte do país aumentaram o quantitativo de trabalhadores em seus estabelecimentos no últimos três meses de 2019. A expectação para os próximos meses também é positiva, já que quase metade (43,5%) deles pretendem contratar novos funcionários até junho.

O inventário também trouxe informações sobre o crescimento na demanda dos serviços ofertados e faturamento na mesma época. Para 43,5% deles, o volume de tarefas cresceu consideravelmente e 39,1% tiveram faturamento maior do que o mesmo período de 2018. Para os próximos seis meses, a expectação também é boa: 60,9% esperam um acréscimo na demanda de serviços e 65,2% no faturamento. Além disso, para 73,9% dos empresários deverão haver mais investimentos em seus estabelecimentos.

De acordo com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, 2020 tem tudo para ser um ano de números ainda melhores para o segmento hoteleiro. “Já começamos bem, com lotações máximas na hotelaria durante o reveillon e carnaval. Nosso intuito é cada vez mais aumentar a quantidade de turistas para esses estabelecimentos, movimentando assim a nossa economia”, pontuou.

Esta é a quarta etapa da Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro na nação brasileira, promovida pela Diretoria de Estudos Econômicos e Pesquisas do Ministério do Turismo. São consultadas empresas de hospedagem de todos os portes, entre hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. O objetivo é apurar as expectaçãos quanto ao desempenho dos estabelecimentos e dos destinos onde eles se localizam.

Edição: André Martins