Argentina autoriza repatriação após diálogo com governo brasileiro

O empenho do Governo do Rio Grande do Sul, da Secretaria de Relações Federativas e Internacionais do RS, da Comissão do Mercosul na Assembléia Legislativa e da prefeitura de Uruguaiana, junto ao Itamaraty e à Embaixada da nação brasileira em Buenos Aires para repatriar argentinos, deu fechamento. O Governo da Argentina abriu exceção para permitir o retorno de seus cidadãos ao país, que estavam em férias em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Somente nesta semana, foi autorizado, com restrições, a entrada de seus nacionais em Paso de Los Libres. O retorno dos argentinos ao país só poderá ocorrer entre 08 hrs e 16 hrs e limitado a 500 indivíduos/dia. 

Os problemas na repatriação só foram resolvidos pelas ações diplomáticas do Itamaraty e da Embaixada da nação brasileira, em Buenos Aires. O deputado Frederico Antunes, da Comissão do Mercosul na AL/RS, e o prefeito Ronnie Mello pediram à Secretária Ana Amelia Lemos, da Serfi, para fazer gestões junto ao Itamaraty e à Embaixada da nação brasileira em Buenos Aires, para que fosse autorizada a repatriação dos turistas argentinos. Com hotéis fechados pela quarentena, o consulado argentino em Uruguaiana trabalhou para acomodar os turistas, antes da repatriação.