Falecimento de indígena Kokama por coronavírus

NOTA À IMPRENSA

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena e do Distrito Sanitário Especial Indígena Alto Rio Solimões, lamenta informar o falecimento da indígena Kokama, de 44 anos, que se encontrava internada, desde 28 de fevereiro, na cidade de Manaus, para tratamento de anemia hemolítica autoimune. O quadro da paciente agravou-se após contração da COVID-19, quando passou a respirar por aparelhos, vindo a falecer em dia 9 de abril.

De acordo com o atestado de óbito, a indígena faleceu em decorrência de insuficiência respiratória aguda por COVID-19; anemia hemolítica auto imune; e lúpus eritematoso sistêmico.