Educação superior

Inep estende para 5 de junho prazo para coleta de dados do Censo da Educação Superior

Medida foi tomada por conta da pandemia de coronavírus

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) prorrogou para 5 de junho o prazo para a coleta de dados do Censo da Educação Superior. Os responsáveis nas instituições têm até a data para a declaração das informações. A medida foi tomada por conta das restrições impostas durante a pandemia de coronavírus. 

O cronograma atualizado do Censo Superior 2019 foi publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 24 de abril, e está disponível no portal do Inep.

O sistema do Censo da Educação Superior (Censup), portanto, continua disponível para o preenchimento das informações da primeira etapa da coleta. Responsável pela pesquisa, o diretor de Estatísticas Educacionais do Inep, Carlos Eduardo Moreno, destacou a importância do Censo. “Um bom sistema de informação ajuda os governos e a sociedade a buscarem soluções para os problemas revelados pelas evidências empíricas”, disse. “Precisamos de informações relevantes e fidedignas para orientar as políticas para o período pós-pandemia”, completou.

Todas as instituições escolares brasileiras, públicas e privadas, devem declarar as informações ao Inep, responsável pela pesquisa estatística realizada anualmente. O preenchimento das informações é atribuição do pesquisador institucional, representante da instituição junto ao Inep. É o pesquisador que responde aos questionários eletrônicos do sistema Censup, verifica e corrige possíveis inconsistências das informações declarados, além de responder, no limite de suas atribuições, a questionamentos do instituto referentes ao Censo da Educação Superior. O sistema está disponível para preenchimento das informações desde 20 de janeiro.

O Censo – O Censo da Educação Superior reúne informações sobre as instituições de educação superior, cursos, docentes e alunos. O preenchimento do Censo é pré-requisito para a expedição de atos regulatórios e para a participação das instituições de educação superior em programas do Ministério da Educação (MEC), como o Programa Universidade para Todos (Prouni), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e as bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). 

O Censo subsidia ainda a avaliação da educação superior, sendo insumo para o cálculo do Conceito Preliminar de Curso (CPC) e do Índice Geral de Cursos (IGC), dois dos Indicadores da qualidade da educação superior comunicados pelo Inep.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

Leia mais: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=88931:inep-estende-para-5-de-junho-prazo-para-coleta-de-dados-do-censo-da-educacao-superior&catid=33471