TELEATENDIMENTO

Ministério da Saúde oferece diversos canais de atendimento à distância para as indivíduos que quiserem saber sobre sinais e sintomas do coronavírus. Também faz ligações para monitorar a saúde da população

A população brasileira não precisa sair de casa para receber diagnósticos e orientações sobre sinais e sintomas de infecção por coronavírus. Com os serviços do TeleSUS, por telefone, ligando para o Disque Saúde 136; pelo Chatbot, disponível na página do Ministério da Saúde na internet (www.saude.gov.br); ou baixando o aplicativo Coronavírus SUS gratuitamente, qualquer pessoa pode tirar dúvidas e até se consultar com um profissional de saúde. Além disso, o Ministério da Saúde, por meio da Busca Ativa, entra em contato, por telefone, para monitorar a saúde da população.

Até o momento, 5,7 milhões de indivíduos já buscaram os serviços do TeleSUS. Deste total, 2,4 milhões de indivíduos já foram avaliadas sobre os sintomas do coronavírus, sem precisarem sair de casa, sendo que 92,5% foram consideradas saudáveis, 4,1% de baixo risco, 1% de risco moderado e 2,4% de risco alto.

Ao buscar um desses canais ou receber uma ligação do Ministério da Saúde, as indivíduos podem ser encaminhadas para o teleatendimento pré-clínico com profissionais de saúde. Até terça-feira (14/04), 78,5 mil indivíduos realizaram teleconsulta com médicos, enfermeiros ou técnicos de enfermagem. Além disso, 183,3 mil indivíduos foram ou ainda estão sendo acompanhadas, diariamente ou a cada dois dias, a depender de cada caso. Das indivíduos que já foram acompanhadas, 70% apresentaram melhora, 24% permaneceram estáveis e 6% pioraram e foram orientadas a procurar o posto de saúde mais próximo ou a Unidade de Pronto Atendimento. 

O Ministério da Saúde pretende entrar em contato com mais de 120 milhões de brasileiros por meio da Busca Ativa. Desde o dia 1º de abril, quando o TeleSUS foi lançado, 2,2 milhões de ligações automáticas já foram efetivadas. Essas chamadas servem para acompanhar a evolução da doença e mapear áreas de risco de contágio do coronavírus, a partir da identificação precoce de indivíduos com sinais e sintomas de síndrome gripal. Esse mecanismo permite identificar antecipadamente indivíduos vulneráveis, com sinais e sintomas de infecção por coronavírus e encontrar possíveis casos.

CANAIS

Ao ligar no Disque Saúde 136, gratuitamente, e escolhendo a opçãa quantidade 1, a população pode buscar ajuda para identificar sinais da doença e até ser atendido por um profissional de saúde para tirar dúvidas e receber orientações sobre seu quadro clínico. Esse serviço já recebeu mais de 96,3 mil ligações. Diariamente, cerca de 20 mil indivíduos acessam este serviço. Já o aplicativo Coronavírus SUS e o Chatbot registraram mais de 9 mil atendimentos.

“Se você tem sintomas gripais como febre, tosse, dor de garganta e dificuldade para respirar, não saia de casa. Entre em contato conosco. E se você receber a nossa ligação, atenda. Nós nos preocupamos com você”, pede o secretário Nacional de Atenção Primária à Saúde, Erno Harzheim.

Conheça cada um dos canais clicando aqui

Por Tinna Oliveira da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 2351