O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) começou a entregar, desde sexta-feira (10), Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) para mais de 3 mil agentes de segurança pública que atuam nas fronteiras brasileiras, dentro do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Dívidas (Vigia), e para a Força Nacional de Segurança Pública (FNSP). 

São ao todo mais de 530 mil máscaras, 3 mil óculos de proteção ou protetores faciais, cerca de 20 mil luvas plásticas, além de 20 mil frascos de álcool em gel 70%. Os kits serão distribuídos em todos os estados onde ocorrem operações da Força Nacional e a Operação Hórus do Programa Vigia. O investimento do MJSP foi de aproximadamente R$ 2,5 milhões.

De acordo com o coronel Aginaldo de Oliveira, diretor da FNSP, o material será essencial para a proteção dos agentes que estão na linha de frente no combate à pandemia. “Atualmente, temos 53 operações em andamento e 1.600 agentes mobilizados, todos irão receber os materiais básicos para evitar uma possível contaminação”, explicou.

O coordenador geral de fronteiras da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), Eduardo Bettini, afirmou que essas medidas surgem para garantir a segurança dos agentes que atuam nos 8 estados que o programa Vigia está presente. “Temos mais de 1.500 policiais reforçando barreiras sanitárias desde que as fronteiras foram fechadas. Este material começará a ser enviado e tem a capacidade de garantir a segurança básica destes agentes para os próximos 90 dias”, afirma o coordenador.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública também faz um esforço concentrado para atender a demanda dos estados por Equipamentos de Proteção Individual para profissionais de segurança pública. O trabalho para aquisição dos EPIs é feito em conjunto com o Ministério da Saúde.

Leia mais: https://www.gov.br/pt-br/noticias/justica-e-seguranca/2020/04/ministerio-da-justica-inicia-entrega-de-equipamentos-de-protecao-para-agentes-de-seguranca