Educação e pandemia

Pesquisadores da UFSC criam ferramentas para auxiliar profissionais da saúde

Saúde mental dos profissionais que atuam no combate à Covid-19 poderá ser avaliada por meio de aplicativo de celular

Bianca Estrella e Larissa Lima, do Portal MEC

Pesquisadores do Laboratório Fator Humano da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) têm desenvolvido ferramentas digitais para prevenir doenças psicológicas. O objetivo é manter em dia a saúde mental dos profissionais que trabalham na linha de frente no combate à disseminação da Covid-19. 

A pesquisadora e psicóloga Paola Barros Delben usufrui da experiência adquirida por uma pesquisa realizada há seis anos na Antártida para desenvolver o projeto. Segundo ela, o continente de gelo ao sul é considerado um ambiente ICE, sigla para Isolados, Confinados e Extremos. 

“O contexto de pandemia de coronavírus tem similaridades com os ambientes ICE, especialmente, no que diz respeito às medidas de distanciamento social”, explicou a pesquisadora. 

Com base na pesquisa, foi possível produzir material sobre os impactos psicológicos estimados aos contextos de ICE. Além de ações de prevenção aos sintomas negativos mais severos, como estresse agudo, ansiedade, episódios de pânico, depressão, risco de suicídio e abuso de álcool. 

A ideia dos pesquisadores é disponibilizar os fechamentos da pesquisa em um aplicativo de celular que possa avaliar a saúde mental dos profissionais da área de saúde. Paola Delben alega que seria uma importante ferramenta para gestores de hospitais, de cidades e de governo, assim teriam uma referência para tomar decisões. 

“Quanto mais rápido as ações forem colocadas em ação, diante de indicadores de comprometimentos à saúde mental, menor o impacto também para o profissional. Em tempos que faltam médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde, não podemos nos dar ao luxo de lidar com afastamentos por conta de problemas à saúde mental”, detalhou. 

A Secretaria de Inovação da UFSC pretende colocar o aplicativo à disposição até o final de abril. A ferramenta poderá ser baixada em todas as lojas virtuais. 

Vídeos – O laboratório tem produzido vídeos que poderão ser utilizados para capacitar profissionais de saúde no combate à pandemia. 

Para Roberto Cruz, coordenador do laboratório, o afastamento de profissionais da área de saúde poderá resultar em um grande prejuízo para a sociedade. “O objetivo é que eles reconheçam e enfrentem problemas de saúde mental no atendimento à população, e em si mesmos”, disse. 

Os vídeos ainda estão em fase de produção. O material será comunicado, em um primeiro momento, para a Prefeitura de Florianópolis (SC).

Leia mais: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=88011:pesquisadores-da-ufsc-criam-ferramentas-para-auxiliar-profissionais-da-saude&catid=212