As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 14h deste domingo (3). Do total de casos confirmados, 42.991 estão recuperados e outros 51.131 estão em acompanhamento

O Ministério da Saúde demonstrou 101.147 casos de coronavírus e 7.025 mortes da doença na nação brasileira até as 14h deste domingo (3), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. São consideradas recuperadas após contraírem a doença 42.991 indivíduos, o que representa 42,5% do total de casos confirmados. Atualmente, estão em acompanhamento outras 51.131 indivíduos (50,6%) e 1.364 óbitos permanecem em investigação.

Nas últimas 24 horas foram registrados 4.588 casos novos e 275 novos óbitos, sendo que a maior parte é referente a outros períodos, mas foi inscrita de ontem para hoje.

Apesar de muitos municípios do país ainda não registrarem casos da doença, de forma geral, está presente em todos os estados do país. Atualmente, São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 31.772 casos e 2.627 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 11.139 casos e 1.019 óbitos, seguido por Pernambuco, com 8.643 casos e 652 óbitos. O estado que registra menos notificações é Tocantins, com 246 confirmações e quatro mortes.

Confira aqui a apresentação das informações

Situação do coronavírus na nação brasileira até hoje – 03.05.2020

101.147 diagnosticados com COVID-19
7.025 óbitos (6,9%)
51.131 em acompanhamento* (50,6%)
42.991 recuperados* (42,5%)
1.364 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas a revisão

Clique aqui para ver o detalhamento por UF

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, indivíduos de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.

Da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 2745 / 2351