A Ceasa demonstrou, em 2019, um crescimento de 21,51% na arrecadação dos permissionários que comercializam seus produtos na Central.

Apesar da crise que afetou várias áreas da economia brasileira em 2019, num cenário agravado por perdas de renda e emprego, a estatística da venda do mix de produtos dos permissionários da Ceasa aponta saldo positivo com crescimento.

Em 2019, os permissionários venderam 607,5 mil toneladas ante 611 mil toneladas de 2018 Em 2019, os permissionários venderam 607,5 mil toneladas ante 611 mil toneladas de 2018 – Foto: Divulgação/Ceasa

Segundo o segmento de análise e informações da Gerência Técnica da Ceasa, no ano passado produtores e empresários atacadistas venderam menos, mas arrecadaram mais. O valor total obtido com a venda de hortifrutigranjeiros, flores, sacarias, queijos, ovos, carnes e pescados  foi de R$ 1,5 bilhão, um crescimento de 21,51% em relação a 2018, cujo valor chegou a R$ 1,2 bilhão. 

Já em relação à quantidade de toneladas negociadas houve retração. Em 2019, os permissionários venderam 607,5 mil toneladas ante 611 mil toneladas de 2018, configurando redução de 0,58%. A queda pode ser explicada pela quebra nas safras de algumas culturas em razão de condições climáticas adversas.

Comparativo anual 

Em valores (R$)

2019 – 1.553.351.154,51
2018 – 1.278.360.149,21 

Em volume (Kg)

2019 – 607.520.571,4

2018 – 611.117.877,8

Leia mais: http://www.agricultura.rs.gov.br/ceasa