Quase 15% precisaram de diálise, diz estudo publicado na ‘Kidney International’

Reuters

15/05/2020 – 14:46

Artigo aponta que problemas nefrológicos aparecem nos primeiros dias de sintomas. Foto: Johannes Eisele / AFP Artigo aponta que problemas nefrológicos aparecem nos primeiros dias de sintomas. Foto: Johannes Eisele / AFP

NOVA YORK — Mais de um terço dos infectados pela Covid-19 hospitalizados na rede Northwell Health, a maior provedora de saúde do estado de Nova York, apresentou lesão renal aguda, relataram pesquisadores dos Estados Unidos nesta quinta-feira. O estudo publicado na ‘Kidney International’ também aponta que quase 15% precisaram de diálise.

Dos 5.449 pacientes admitidos, 36,6% desenvolveram danos nefrológicos, de acordo com um dos autores do estudo, Kenar Jhaveri, chefe de nefrologia da Hofstra/Northwell. Dos pacientes com insuficiência renal, 14,3% necessitaram de diálise. A lesão renal aguda ocorre quando os rins falham e se tornam incapazes de filtrar os resíduos.

Leia mais: Perda de olfato e paladar deveria ser incluída entre principais sintomas da Covid-19, dizem pesquisadores britânicos

Até o momento, este é o maior estudo já publicado a analisar lesões renais em pacientes com Covid-19. Vários grupos de pesquisa já vinham observando taxas aumentadas de insuficiência renal entre pacientes com Covid-19. Jhaveri e seus colegas se propuseram a quantificá-lo analisando os registros médicos de hospitalizados entre 1º de março e 5 de abril.

Continue lendo: O dia a dia dos intensivistas: exaustão, trabalho braçal, ansiedade e medo pelo afrouxamento do isolamento social

O artigo também revela que a insuficiência renal ocorreu no início da manifestação dos sintomas. Segundo a pesquisa, 37,3% dos pacientes chegara ao hospital com insuficiência renal ou desenvolveram a condição nas primeiras 24 horas após a internação.

Em muitos casos, a insuficiência renal ocorreu em pacientes com quadros graves no momento em que eles precisaram usar ventilador.

Leia também: Coronavírus é ’eminentemente capaz’ de se espalhar pela fala, diz estudo americano

Entre os mais de 1.000 pacientes que necessitaram de ventilação mecânica, cerca de 90% desenvolveram insuficiência renal aguda. Em comparação, dos 925 pacientes que não precisaram de ventilador, 21,7% apresentaram insuficiência renal.

Pacientes muito doentes frequenetemente desenvolvem insuficiência renal à medida que suas condições se tornam cada vez mais graves, informa Jhaveri. Isso não vale especificamente para a Covid-19, diz ele, mas para quadros severos em geral.

— O conhecimento da proporção de pacientes em risco para essa condição pode ajudar os hospitais a planejar o equipamento e a equipe necessários para futuros surtos de coronavírus —  pondera o médico.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/sociedade/danos-nos-rins-sao-identificados-em-mais-de-um-terco-dos-infectados-por-covid-19-em-rede-de-saude-de-nova-york-24426745