Fiscais estaduais agropecuários da área vegetal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) realizaram ações fiscalização do trânsito interestadual de vegetais  em postos fiscais de divisa com Santa Catarina.

A atividade teve como objetivo verificar as condições fitossanitárias dos produtos bem como a procedência e as condições para consumo. Numa das ações, uma carga de laranja e banana foi retida e reconduzida para o seu local de origem, porque estava em inconformidade com a legislação e poderia trazer riscos de novas pragas para o Estado.

As operações foram realizadas nos Postos Fiscais de Divisa com Santa Catarina em Marcelino Ramos, Vacaria e Torres. “Trata-se de um trabalho importante de nossos fiscais para garantir a sanidade dos alimentos que chegam ao Estado”, disse o secretário da Agricultura, Covatti Filho.

Nove fiscais do do Departamento de Defesa Agropecuária (DDA) participaram da ação, sendo três em cada município. Além desses, existem mais três postos nas cidades de Iraí, Nonoai e Barracão.

Adicionalmente à fiscalização, os fiscais realizaram a desinfestação de caminhões como medida de prevenção à disseminação da Covid-19, bem como disponibilizaram álcool gel aos motoristas e prestaram orientações sobre as formas de prevenção.

Ações de fiscalização ocorrem de forma rotineira durante todo o ano, em parceria entre as três divisões da área vegetal da Seapdr: Divisão de Defesa Sanitária Vegetal (DDSV), Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários (Disa) e Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Dipov).

Clique aqui e veja o vídeo com o trabalho dos fiscais estaduais agropecuários da área vegetal da Seapdr nos Postos Fiscais de Divisa.

Texto: Ascom Seapdr
Edição: Secom