Estado do Rio ultrapassa 2 mil mortes por covid-19

O estado do Rio de Janeiro chegou a 2.050 mortes por covid-19 e tem 18.728 casos confirmados da doença. A informação está no último boletim da Secretaria de Estado de Saúde, comunicado nesta quarta-feira (13). São mais 242 casos e 122 mortes desde o último boletim. Há ainda 907 óbitos em investigação e 13.124 pacientes se recuperaram da doença.

A capital tem o maior número de óbitos, 1.363, o que represents 66,4% do total no estado. Entre os demais municípios com maior número de óbitos, aparecem Duque de Caxias, com 134; Nova Iguaçu, com 75; São Gonçalo, com 53; Niterói, com 45; São João de Meriti, com 40; Belford Roxo, com 39; Itaboraí, com 29; Mesquita, com 25; Petrópolis, com 20; Volta Redonda, com 18; Macaé e Nilópolis, com 15, cada;  Magé e Maricá, com 13, cada; Itaguaí, com 12; e Angra dos Reis e Teresópolis, com 10, cada.

O número de doentes também é concentrado na capital, com 11.026 casos, ou 58,8% do total do estado. Em seguida, entre os municípios com maior número de casos, aparecem Duque de Caxias, com 861; Niterói, com 779; Nova Iguaçu, com 698; São Gonçalo, com 575; Volta Redonda, com 422; São João de Meriti, com 414; Itaboraí, com 329; Belford Roxo, com 324; Mesquita, com 295; Magé, com 225;  Petrópolis, com 183; Nilópolis, com 173; Campos dos Goytacazes, com 162; Maricá, com 138; Angra dos Reis, com 131; Cabo Frio, com 125; Queimados, com 120; Macaé, com 110; Teresópolis, com 104; Nova Friburgo, com 94; e Barra Mansa e Itaguaí, com 82, cada.

O estado do Rio é, hoje, o terceiro em número de casos de covid-19 no país, atrás de São Paulo e do Ceará. Por conta disso, o governador Wilson Witzel prorrogou as medidas de isolamento até o dia 31 de maio.

Créditos: Agência Brasil