Seis estabelecimentos foram orientados quanto à proibição de dispor produtos nas calçadas Foto: Divulgação Seis estabelecimentos foram orientados quanto à proibição de dispor produtos nas calçadas

Nesta quarta-feira (13/05), fiscais da secretaria de Planejamento e Urbanismo (Seplan) e da Vigilância Sanitária (Sesa), acompanhados do secretário de Planejamento, Giancarlo Bervian, vistoriaram 06 locais da cidade afim de notificar e orientar com relação à proibição do uso da calçada de passeio para expor ou vender seus produtos, conforme determina o Art. 50 do Código de Posturas do município. 

Bervian destaca que o não cumprimento deste disposto pode acarretar em multa e até mesmo a cassação do alvará de licença de atividade, em caso de reincidência. “A fiscalização de hoje foi no sentido de orientar, mas como alguns estabelecimentos foram flagrados descumprindo o código de posturas, podem ser multados se reincidirem na prática”, alerta o secretário. Segundo ele, as calçadas de passeio tem a finalidade exclusiva para que as indivíduos possam caminhar em segurança pela cidade. Ele adianta que novas fiscalizações ocorrerão no sentido de coibir a prática.