Forças Armadas reforçam campanhas de doação de sangue

Brasília (DF), 08/05/2020 – Em tempos de pandemia do novo Coronavírus, militares das Forças Armadas dão exemplo de solidariedade e continuam voluntariamente doando sangue em todo o País. No Comando Conjunto Leste, militares do 5º Grupamento de Engenharia doaram sangue no Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti (Hemorio – RJ).

Em Rondonópolis (MT), a doação de sangue ocorreu no Hemocentro da cidade, pelo 18º Grupo de Artilharia de Campanha. No norte do País, a ação foi no Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (AP), por militares da Capitania dos Portos do Amapá.

Higienização

A fim de dificultar a proliferação da COVID-19, descontaminação em locais de grande circulação de pessoas e potenciais locais de transmissão foram reforçadas. Na Região Sul, houve higienização na cidade de Marau (RS), pelo 29º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado. O mesmo ocorreu em Quaraí (RS), pelo 5º Regimento de Cavalaria Mecanizado, que desinfectou a área externa do Hospital de Caridade da cidade e a Rodoviária Municipal. Todas as organizações militares de Rio Grande (RS) subordinadas ao Comando do 5° Distrito Naval também foram descontaminadas.

Seguindo as diretrizes do Comando Conjunto Oeste, a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada higienizou áreas internas e externas do Terminal Rodoviário do município de Dourados (MS). No Estado do Rio de Janeiro, coordenado pelo Comando Conjunto Leste, a ação de limpeza foi feita nas dependências dos Hospitais Federais de Bonsucesso e Cardoso Fontes. No Estado do Pará (PA), ação semelhante foi repetida em todos os compartimentos internos, áreas externas e viaturas da Superintendência Federal da Agricultura do Pará, pelo 2° Batalhão de Operações Ribeirinhas.

Doação

As doações de kits de alimentos às famílias em situação de vulnerabilidade continuam. Coordenado pelo Comando Conjunto Leste, cerca de quatro toneladas de alimentos não perecíveis e produtos de higiene foram entregues, por meio do 38º Batalhão de Infantaria, a diversas instituições filantrópicas de Vila Velha (ES), dentre elas: Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Asilo dos Idosos de Vitória e Avedalma Centro de Idosos.

Já em Cruz Alta (RS), a 9ª Coordenadoria Regional de Educação recebeu o apoio da Artilharia Divisionária da 3ª Divisão de Exército na distribuição de 2.340 kits de alimentação, destinados a alunos de escolas públicas da região.

No âmbito do Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba foram distribuídos 170 kits de alimentação para famílias beneficiadas pelo Programa Forças no Esporte (PROFESP), em Parnamirim (RN). Ainda para as famílias do PROFESP de Belém (PA), o 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas entregou 100 cestas básicas.

Seguindo outras linhas de ação de prevenção ao novo coronavírus, militares do Exército, sob o Comando Conjunto Planalto, capacitaram funcionários do Hospital Regional de Brazlândia (DF), e, ao mesmo tempo, descontaminaram o local Já no Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba, voluntários da Cruz Vermelha, após Estágio de Capacitação em Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (BNQR), fizeram a limpeza do Centro de Reabilitação Infantil e Adulto, em Natal (RN). Em Ponta Porã (MS), o Comando Conjunto Oeste, por meio do 11° Regimento de Cavalaria Mecanizado, continua patrulhando a linha de fronteira.

Como prevenção e enfrentamento da COVID-19, o 12º Batalhão de Suprimento entregou 110 mil comprimidos de cloroquina, fabricados no Laboratório Químico Farmacêutico do Exército, para a Central de Medicamentos do Amazonas (AM) e 2 mil para o Comando do 9º Distrito Naval de Manaus (AM).

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

Para acessar fotos da Operação COVID-19, visite o Flickr da Operação.

Por Ten Helena, com informações dos Comandos Conjuntos

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071

Leia mais: https://www.defesa.gov.br/noticias/68794-forcas-armadas-reforcam-campanhas-de-doacao-de-sangue