20 anos de ANA

Inscrições para o Prêmio ANA vão até 31 de julho; Educação é uma das categorias

Premiação reconhece boas práticas com as águas brasileiras

A Agência Nacional de Águas (ANA) lançou o Prêmio ANA 2020 para as boas práticas em segurança hídrica, gestão, uso e progresso sustentável das águas brasileiras. Neste ano, as inscrições vão até o dia 31 de julho e podem ser realizadas gratuitamente pelo hotsite www.ana.gov.br/premio. Educação é uma das oito categorias.

Há 14 anos, a Agência realiza a premiação para estimular o aprimoramento do segmento na nação brasileira. No período, foram inscritos cerca de 2,2 mil trabalhos, de todas as regiões da nação brasileira, dos quais 40 saíram vencedores por se destacarem em projetos inovadores para a área. A edição deste ano é histórica, pois marca as duas décadas de existência da ANA, criada em 2000. Em 2020, os vencedores das oito categorias ganharão o Troféu Prêmio ANA.

Uma novidade desta edição é que os três finalistas de cada categoria poderão utilizar em seus materiais de divulgação o “Selo Prêmio ANA: Finalista” ou o “Selo Prêmio ANA: Vencedor”, conforme o fechamento final do concurso. As categorias são: 

  • Governo; 
  • Educação; 
  • Empresas de Micro ou de Pequeno Porte; 
  • Empresas de Médio ou de Grande Porte; 
  • Pesquisa e Inovação Tecnológica; 
  • Organizações Civis; – Comunicação; 
  • Entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos.

Houve algumas mudanças em relação à última edição, realizada em 2017. A categoria “Ensino” foi substituída por “Educação”, que agora aceita projetos e iniciativas de entidades de ensino não formal, como museus, centros culturais, de ciências, de educação ambiental, bibliotecas, jardins botânicos, zoológicos e planetários. Podem participar estudantes e profissionais de instituições de ensino médio e fundamental. Já as três categorias de imprensa (Impressos e Sites, Rádio e TV) foram agrupadas em “Comunicação” e há um formulário de inscrição específico.

Para participar, os conteúdos e materiais jornalísticos precisam ter sido veiculados a partir de 1º de julho de 2017. Outra novidade foi a inclusão da categoria Entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, acrescentada para valorizar as ações de órgãos gestores de recursos hídricos, conselhos de recursos hídricos, comitês de bacias hidrográficas, agências de água e entidades delegatárias das funções de agências de água.

O Prêmio ANA 2020 terá uma comissão julgadora composta por oito integrantes que não trabalham na ANA, mas com conhecimentos na área de recursos hídricos, meio ambiente ou comunicação. Um representante da Agência presidirá o grupo, mas sem direito a voto. Os critérios de avaliação dos trabalhos levarão em consideração os seguintes aspectos: efetividade, inovação, impactos social e ambiental, potencial de difusão, sustentabilidade e adesão social. Para a categoria Comunicação, o critério de sustentabilidade não será aplicável.

Cronograma:

  • inscrições: até o dia 31 de julho;
  • divulgação dos finalistas: 10 de novembro; 
  • anúncio dos vencedores: previsto para o início de dezembro.

Assessoria de Comunicação Social, com informações da ANA

Leia mais: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=89461:inscricoes-para-o-premio-ana-vao-ate-31-de-julho-educacao-e-uma-das-categorias&catid=12