Laren engarrafa vinhos que serão referência para comparação com produtos comerciais

Começou nesta semana o engarrafamento de vinhos da safra 2020 elaborados em pequena escala (microvinificações) no Laboratório de Referência Enológica do Estado (Laren), em Caxias do Sul. Há 16 anos, o processo é feito no Laren com uvas coletadas em todas as regiões produtoras do Estado. A produção é referência para comparação aos vinhos comerciais que são analisados no laboratório, coletados em ações fiscais no comércio, trânsito e nas vinícolas, além de amostras originárias de prestação de serviços.

“O Laren analisa todos esses vinhos para verificar características próprias das safras, conforme as diferentes cultivares e regiões produtoras, como quantidade de açúcar e água presente naturalmente nesses produtos, o que servirá como padrão de comparação aos vinhos comerciais”, explica a chefe da Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Dipov/DDA) da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Fabíola Boscaini Lopes.

Seção do Laboratório de Referência Enológica (Laren) realiza análises físico-químicas em vinhos e derivados da uva e do vinho Seção do Laboratório de Referência Enológica (Laren) realiza análises físico-químicas em vinhos e derivados da uva e do vinho – Foto: Fernando Dias/Seapdr

O Laren conta com banco de dados de vinhos genuínos desde 2004, totalizando mais de 4,4 mil amostras. Esse banco de dados é único no país e pode ser comparado aos existentes em regiões tradicionais produtoras de vinhos no mundo como a França. Os resultados são usados pela fiscalização da Secretaria da Agricultura e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nas coletas de amostras fiscais executadas em estabelecimentos vinícolas e comerciais. “Este processo auxilia na garantia de um produto de maior qualidade/confiabilidade ao consumidor final”, lembra o secretário Covatti Filho.

De acordo com a fiscal estadual agropecuária Fernanda Nascimento, que atua no Laren: “Os mostos (sumo de uvas frescas utilizado antes do processo de fermentação) desta safra apresentaram medição do teor de açúcar de, em média, 15,8 °Babo (alguns ficaram acima de 20), tiveram boa aparência, maturação e coloração uniformes, e no geral, as bagas recebidas pelo Laren estavam sadias, com baixa ocorrência de podridões causadas por fungos fitopatogênicos”, explica.

Na safra 2020, a falta de chuva reduziu o volume da produção, mas a uva colhida foi excelente, o que pode refletir em vinhos de alta qualidade. Porém, essa característica também pode aumentar as fraudes, por isso, a importância do trabalho da fiscalização e do Laren. Para a microvinificação, fiscais estaduais agropecuários coletam amostras representativas de diferentes cultivares de uvas em todas as regiões produtoras do Estado. Neste ano foram coletadas 247 amostras de uvas.

Há 16 anos, o processo é feito no Laren com uvas coletadas em todas as regiões produtoras do Estado Há 16 anos, o processo é feito no Laren com uvas coletadas em todas as regiões produtoras do Estado – Foto: Fernando Dias/Seapdr

O Laren

A Seção do Laboratório de Referência Enológica (Laren) é responsável  pelas análises físico-químicas em vinhos e derivados da uva e do vinho. Inaugurado em dezembro de 2001, o Laren é mantido com recursos do Fundovitis (Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura do Estado do Rio Grande do Sul).

O laboratório tem estrutura completa com equipamentos modernos de última geração para análises, controle e fiscalização em vinhos e derivados, bem como para análises de prestação de serviço e pesquisa, sendo credenciado junto ao Mapa. O credenciamento foi obtido a partir da implementação da norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 (Requisitos gerais para a competência de laboratórios de ensaio e calibração).

Análises realizadas pelo Laren: exame organoléptico, densidade, extrato seco, cinzas, grau alcoólico, açúcares totais, acidez total, acidez volátil, pH, sulfatos, anidrido sulfuroso total, cloretos, corantes, edulcorantes sintéticos, diglicosídeo de malvidina, isótopos estáveis de carbono, água exógena (razão isotópica do oxigênio), dentre outras.

Leia mais: http://www.agricultura.rs.gov.br/laren-engarrafa-vinhos-que-serao-referencia-para-comparacao-com-produtos-comerciais