Campo Grande (MS), 20/05/2020 – O Representante do governo federal da Defesa, Fernando Azevedo, desembarcou na manhã dessa quarta-feira (20), na capital sul-mato-grossense para acompanhar as atividades do Comando Conjunto Oeste (CCjO), no âmbito da Operação Covid-19. Ao chegar, Azevedo foi recepcionado pelo Comandante Militar do Oeste, General de Exército Fernando José Sant’ana Soares e Silva.

Como primeiro compromisso do dia, a partir do Centro de Coordenação de Operações do Comando Militar do Oeste (CMO), presidiu videoconferência com os 10 Comandos Conjuntos estabelecidos no País. Durante a reunião, representantes de cada um desses Comandos detalhou as atividades realizadas no combate ao novo coronavírus. A Operação deflagrada pelo Ministério da Defesa acaba de completar 60 dias e emprega mais de 34 mil militares.

As ações desenvolvidas incluem desinfecção de locais públicos, transporte e distribuição de alimentos, materiais hospitalares e insumos, capacitações em defesa biológica e química, apoio a campanhas de vacinação e doação de sangue, treinamentos de profissionais de saúde para servirem na linha de frente contra a doença, entre outros.

Ao fim da videoconferência, o ministro destacou o momento difícil pelo qual todos estão passando e a efetividade que o trabalho integrado da Marinha, do Exército e da Aeronáutica alcança nessa guerra. “Fico orgulhoso com os fechamentos e em ver os Comandos Conjuntos funcionando na essência. O início do século 21 vai ficar marcado pela Covid-19, mas nós vamos escrever uma história positiva com as Forças Armadas”, destacou.

Em seguida, deslocou-se até o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul para acompanhar a descontaminação da unidade de saúde, realizada pela equipe do CCjO. A Diretora da unidade, a médica Rosana Melo, recebeu a comitiva e conduziu a visita às instalações do hospital. O Hospital Regional é referência no tratamento da COVID-19 em Mato Grosso do Sul, conforme estabelecido pela Secretaria de Estado de Saúde.

Para acessar fotos da Operação COVID-19, visite o Flickr da Operação.

O CCjO, juntamente com os outros nove Comandos Conjuntos, foi ativado pelo Ministério da Defesa, em 20 de março, para mitigar os impactos causados pela pandemia nos estados de Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso. Os dez Comandos Conjuntos cobrem todo o País. A capilaridade das Forças Armadas, com presença em todo o território nacional, é imprescindível, tanto em apoio às necessidades da população quanto aos demais órgãos governamentais.

Cuiabá
À tarde, o ministro seguiu viagem para a capital de Mato Grosso. Lá, acompanhou as atividades do Comando Conjunto Barão de Melgaço, que opera no contexto da Operação Verde Brasil 2, a partir da sede do Comando da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada.

Deflagrada em 11 de maio, a autorização para emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e para ações subsidiárias vai até 10 de junho. As ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais direcionadas ao desmatamento ilegal e focos de incêndio cobrem a área da Amazônia Legal.

Na ocasião, também por videoconferência, o Representante do governo federal foi informado sobre as atividades em curso. Participaram da reunião os comandantes dos Comandos Conjuntos Príncipe da Beira, que engloba os estados do Acre, de Rondônia e Sul do Estado do Amazonas; de Barão de Melgaço, que atua em Mato Grosso; e de Marechal Soares de Andrea, que cobre o Estado do Pará. 

A Operação emprega 3,8 mil militares e 140 meios de transporte, entre embarcações, viaturas e aeronaves das três Forças de Defesa. Por meio da atuação, em parceria com Agências e Órgãos de Segurança Pública, nos primeiros nove dias foram apreendidos quase 3 mil metros cúbicos de madeira ilegal e 23 indivíduos foram presas em flagrante. Também, mais de 800 veículos e 111 embarcações foram revistados e 206 Kg de pasta base de cocaína foram apreendidos.

Ao término da reunião, ainda no Comando da Brigada, o Representante do governo federal e o Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, discutiram assuntos de interesse comum. Logo em seguida, participaram de coletiva de imprensa. “Eu vim para verificar como está o auxílio das Forças Armadas em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Também, acompanhei, aqui em Cuiabá, a Garantia da Lei e da Ordem, a Operação Verde Brasil 2. Nossas Forças Armadas estão posicionadas ao lado do povo brasileiro”, assegurou Fernando Azevedo.

O Governador fez questão de reforçar a importância do trabalho conjunto com as Forças Armadas no combate ao novo coronavírus e, também, ao desmatamento e às queimadas ilegais. “Temos a clara compreensão de que proteger o meio ambiente é extremamente importante, mas que, também, estamos protegendo a economia desse Estado. Com o reforço das Forças Armadas, tenho a certeza de que seremos muito mais proativos e efetivos. Já emitimos mais de R$ 300 milhões em autuações, naqueles que estão persistindo e achando que não vai dar em nada a prática dessa ilegalidade. Estou convicto de que, unidos como estamos, faremos entregas mais efetivas e importantes ao cidadão mato-grossense”, concluiu Mauro Mendes.

Por Maristella Marszalek
Fotos: Igor Soares

Para acessar fotos da Operação Verde Brasil 2, visite o Flickr da Operação.


Saiba mais

Militares capacitam funcionários de organizações para desinfectarem áreas de acesso comum

Operação Verde Brasil 2 aplica quase R$ 7,5 milhões em multas

Profissionais e saúde do Exército reforçam equipes do Hospital de Guarnição de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas

Confira os destaques da semana:



Assessoria de Comunicação Social (Ascom)

Ministério da Defesa
(61) 3312-4071

Leia mais: https://www.defesa.gov.br/noticias/69204-ministro-da-defesa-acompanha-acoes-de-combate-a-covid-19-e-a-delitos-ambientais