Brasília (DF), 21/05/2020 – Para fortalecer as parcerias existentes e desenvolver novas iniciativas conjuntas em áreas estratégicas de Defesa, foi realizada, na quarta-feira (20), videoconferência, entre representantes do Ministério da Defesa e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Pelo Ministério da Defesa, participaram o Secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto, General de Exército Manoel Luiz Narvaz Pafiadach, o Diretor de Ensino (DEPENS), General de Divisão Jorge Antonio Smicelato, e o Gerente da Divisão de Cooperação Acadêmica do DEPENS, Coronel Celso Fonseca. Pela CAPES, estiveram envolvidos o Presidente, Benedito Aguiar, a Diretora de Programas e Bolsas no País, Zena Martins, a Diretora de Relações Internacionais, Heloísa Hollnagel, e o Coordenador dos Órgãos Colegiados, Darson Astorga de La Torre.

A CAPES é vinculada ao Ministério da Educação e atua na expansão e também na consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) na nação brasileira e trabalha com o Ministério da Defesa, desde 2005, em diversas frentes. Uma delas, de grande sucesso, é o Programa de Cooperação Acadêmica em Defesa Nacional (PROCAD-DEFESA), lançado em junho do ano passado. A iniciativa estimula projetos conjuntos que possibilitam a produção de pesquisas científicas e a formação de recursos humanos pós-graduados na área de defesa nacional.

O Programa, que segue as diretrizes governamentais de estímulo às áreas estratégicas da política brasileira de ciência e tecnologia, atende necessidade do Ministério da Defesa em fortalecer a pós-graduação stricto sensu em seu campo de atuação. Hoje, por meio do Programa, que conta com investimento de R$ 13,4 milhões, são financiadas bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado, além de projetos de pesquisa.

Na videoconferência, o presidente da CAPES ressaltou, também, a participação da Defesa na elaboração do Plano Nacional de Pós-Graduação (PNPG) 2021-2030, que define as diretrizes para a política de pós-graduação e pesquisa em todo o País. “A experiência de contar com representantes do Ministério da Defesa na comissão atual foi muito boa, muito positiva, e queremos manter essa participação”, disse.

Em relação a novos projetos conjuntos, durante a reunião, foram levantados temas que envolvem a capacitação de indivídual nas áreas de segmento nuclear, espacial, cibernético e de biossegurança. Isso porque o avanço das pesquisas nessas áreas é de grande relevância para apoiar o progresso do País.

Para o General Smicelato, a parceria com a CAPES permite fortalecer a formação de recursos humanos na área da Defesa Nacional, abrindo oportunidades, a médio prazo, para que pesquisadores ampliem estudos, particularmente nas áreas acima citadas. “Sem deter conhecimento nesses segmentoes, nenhuma nação pode se considerar efetivamente soberana”.

Por Maristella Marszalek
Foto: divulgação Capes

Confira os destaques da semana:

Assessoria de Comunicação Social (Ascom)
Ministério da Defesa
(61) 3312-4071

Leia mais: https://www.defesa.gov.br/noticias/69217-parceria-com-a-capes-fortalece-capacitacao-de-recursos-humanos-na-area-de-defesa-nacional