Pedidos de recuperação judicial caem 3,2% em abril

Os pedidos de recuperação judicial caíram 3,2% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo balanço comunicado hoje (28) pela Serasa Experian. Foram 120 pedidos no mês passado contra 124 em abril de 2019, segundo o inventário da consultoria.

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano foram 377 pedidos de acordo judicial para evitar a falência de empresas, número próximo às 371 solicitações realizadas na mesma época de 2019.

Segundo o economista da Serasa Luiz Rabi, as quantidades ainda não trazem os reflexos da crise causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) devido às mudanças nos prazos burocráticos causadas pela quarentena. “Com empresas enfrentando dificuldades no fluxo de caixa e para manter a folha salarial em virtude da queda considerável dos níveis de consumo e de produção, nos próximos meses devemos ter um crescimento dos pedidos”, prevê o economista.

As solicitações de falência caíram 42,7% em abril em relação ao mesmo mês de 2019. De acordo com Rabi, as empresas credoras e devedoras têm buscado flexibilizar os acordos para pagamento de dívidas, evitando, temporariamente, os processos de falência.

Créditos: Agência Brasil