O estudo promoverá a testagem de 3.600 indivíduos Foto: Pietra Darde - Lajeado - O estudo promoverá a testagem de 3.600 indivíduos

Uma das maiores pesquisas do país para detectar a prevalência da doença Covid-19 será realizada em Lajeado nas próximas semanas. O estudo, chamado “Pesquisa de Contaminação por Covid-19 na População de Lajeado”, promoverá a testagem de 3.600 indivíduos a partir da próxima quinta-feira, 21/05, para verificar o percentual de moradores lajeadenses que já desenvolveram os anticorpos para a enfermidade causada pelo coronavírus.

A pesquisa foi apresentada pela Prefeitura de Lajeado nesta sexta-feira, 15/05, durante coletiva de imprensa. Participaram o prefeito, Marcelo Caumo, e o reitor da Univates, Ney Lazzari, já que a instituição será a realizadora do estudo.

– Estamos confiantes de que este será um grande passo para avaliarmos a real extensão da contaminação pelo coronavírus na nossa cidade, o que poderá contribuir para a elaboração de estratégias ainda mais precisas. Com o volume de testes que será feito, atingiremos mais de 4% da população, um percentual maior do que países como Coreia do Sul – disse o prefeito Marcelo Caumo.

A pesquisa será realizada em 3 etapas, com intervalos de 14 dias entre cada uma. Este período é o intervalo de tempo adequado para detectar a expansão do vírus, cujo ciclo médio entre contaminação e cura é de 14 dias. Em cada etapa, 1.200 indivíduos serão testadas por meio de teste rápido para verificar se já tiveram contato com o vírus, o que será indicado no fechamento por meio da detecção dos anticorpos. A cada etapa, serão sorteadas residências dos diferentes bairros de Lajeado. Com isso, ao final do estudo, pelo menos 3.600 indivíduos terão sido testadas.

– Nossos objetivos com este estudo são estimar a quantidade de indivíduos com anticorpos para o vírus, a velocidade de expansão da contaminação e verificar a proporção de casos assintomáticos. Como estamos em um estágio mais avançado do que outros municípios nesta pandemia, os fechamentos do estudo em Lajeado poderão servir de referência para que outros municípios possam se preparar para este enfrentamento – afirmou o reitor, Ney Lazzari.

A pesquisa realizada em Lajeado baseou-se no modelo que está sendo realizado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) em 9 municípios gaúchos, com aperfeiçoamentos locais e ajustes quantitativos, já que haverá um percentual maior de testagens em Lajeado. Com uma população estimada em 84.014 indivíduos (segundo o IBGE 2019), o volume de testes realizado em Lajeado garantirá uma menor margem de erro e uma boa avaliação da evolução da pandemia na cidade. A pesquisa também passará por aprovação do Comitê Nacional de Ética em Pesquisa, para garantir que a realização esteja em conformidade com preceitos científicos e que seus fechamentos possam ser usados em publicações da área.

O valor da pesquisa, de R$ 141 mil, será custeado pela Prefeitura e será destinado principalmente à aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para uso dos pesquisadores, que precisarão trocar de roupas e luvas a cada visita realizada, e para custear as equipes. Os testes que serão utilizados, no valor de cerca de R$ 360.000,00, foram repassados pela Secretaria Estadual da Saúde.

Como será realizada a pesquisa

– Os endereços em que os testes serão realizados serão sorteados seguindo critérios de distribuição geográfica usados pelo Instituta nação brasileiraeiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em cada abordagem nos endereços definidos, uma pessoa será convidada a participar. Aceitando, deverá responder um questionário informanda informaçãos gerais, de saúde, comportamento, comorbidades, sintomas e outros, e também terá uma gota de sangue coletada para a verificação da presença de anticorpos. Se o caso for positivo, os demais moradores da residência serão posteriormente contatados para testagem pela Secretaria Municipal da Saúde. Os dados da pessoa permanecerão em sigilo.

– O trabalho de campo será realizado por uma equipe selecionada e capacitada pela Univates. Estudantes dos cursos de Medicina, Biomedicina, Enfermagem e Farmácia serão convidados a atuar. Serão formadas 20 equipes de 2 indivíduos – uma para a coleta e outra para o questionário -, que percorrerão os diversos locais sorteados para o teste. A Univates abrirá inscrições para interessados em participar pelo e-mail tecnovates@univates. A capacitação do grupo selecionado deve ocorrer na próxima quarta-feira, 20/05.

– A primeira etapa de coletas está prevista para ser realizada entre a quinta-feira, 21/05, e a segunda-feira, 25/05.

– Depois de cada etapa de coletas, serão comunicados os fechamentos da prevalência encontrada em Lajeado.