Nas últimas 24h, foram registrados 7.938 novos casos da doença e 485 mortes

Ana Rosa Alves

17/05/2020 – 19:44 / Atualizado em 17/05/2020 – 21:01

No cemitério São Francisco Xavier, no Caju, familiares dão adeus as vítimas da doença Foto: FramePhoto / Agência O Globo / 15-05-2020 No cemitério São Francisco Xavier, no Caju, familiares dão adeus as vítimas da doença Foto: FramePhoto / Agência O Globo / 15-05-2020

RIO – O  número de indivíduos diagnosticadas com Covid-19 no Brasil subiu para 241.080 e o total de mortes chegou a 16.118, segunda informaçãos comunicados pelo Ministério da Saúde neste domingo. No último balanço do governo, comunicado no sábado, o total de infectados chegava a 233.142, com 15.633 mortes confirmadas.

O Brasil é o quarto país com mais casos da doença, segundo a contabilização da universidade americana Johns Hopkins. O número de diagnósticos na nação brasileira aproxima-se rapidamente das estatísticas do Reino Unido, que ocupa o terceiro lugar no ranking global, com 244.995 casos. À frente, estão apenas a  Rússia (281.752) e os Estados Unidos (1.486.376).

No ranking de mortes causadas por Covid-19, a nação brasileira continua na sexta posição, atrás da França (28.111), Espanha (27.563), Itália (31.908), Reino Unido (34.716) e Estados Unidos (89.550). Estima-se, no entanto, que as estatísticas nacionais sejam significamente subnotificadas.

No limite: Covas diz que saúde de SP está perto do colapso e que depende de Doria para implantar ‘lockdown’

De acordo com último o balanço do ministério, foram notificados 485 novos óbitos de sábado para domingo, 298 dos quais ocorreram nos últimos três dias. Há ainda 2.450 mortes em investigação.

Como há menos equipes atualizando as informações nos finais de semana, normalmente as quantidades registrados nos sábados, domingos e segundas são inferiores aos comunicados nos outros dias.

No sábado, ultrapassou a Itália e a Espanha, países que foram epicentro da doença na Europa no mês de março, tornando-se o quarto país com mais diagnósticos da doença. Dias antes, na quarta, o Brasil havia superado a França em número de casos.

A semana foi marcada por três dias de recordes consecutivos em número de casos. Na sexta-feira, a nação brasileira demonstrou o maior número de casos em apenas 24 horas desde o início da epidemia: 15.305. No sábado, os casos novos haviam sido 14.919.

Coronavírus: Bolsonaro diz que governo ‘vai mudar’ protocolo para ampliar uso da cloroquina

São Paulo continua a ser o estado com mais casos da doença, com 62.345 casos e 4.782 óbitos. Em seguida, aparecem Ceará, com 24.255 casos e 1.641 mortes; Rio de Janeiro, com 22.238 diagnósticos e 2.715 vidas perdidas; e o Amazonas, com 20.328 casos e 1.413 mortes. Pernambuco aparece em quinto lugar, com 19.452 diagnósticos confirmados e 1.516 óbitos.

Ainda segundo as informações no Ministério da Saúde, 94.122 indivíduos se recuperaram da doença e 130.840 casos continuam sob acompanhamento, ou seja, são diagnósticos que ocorreram nos últimos 14 dias e que não evoluíram para óbito. 

Leia mais: https://oglobo.globo.com/sociedade/quarto-pais-com-mais-casos-de-covid-19-brasil-tem-241080-diagnosticados-16118-mortes-24431940