A capital continua sendo o epicentro da pandemia no estado. A cidade do Rio concentra mais da metade da quantidade de casos confirmados e de óbitos.

O Globo

17/05/2020 – 20:48 / Atualizado em 17/05/2020 – 20:49

Aglomeração de indivíduos no Alcantara, em São Gonçalo Foto: e FABIANO ROCHA / Agência O Globo Aglomeração de indivíduos no Alcantara, em São Gonçalo Foto: e FABIANO ROCHA / Agência O Globo

De acordo com o boletim da secretaria de estadual de Saúde (SES) comunicado neste domingo (17), o estado demonstrou 101 óbitos  por Covid-19 nas últimas 24 horas, completando 2.715 mortes. Há ainda outras 952 mortes em investigação. Desde o início da pandemia, o estado já demonstrou 22.238 indivíduos infectadas. Até o momento, entre os casos confirmados, 17.557 pacientes se recuperaram da doença.

A capital continua sendo o epicentro da pandemia no estado. A cidade do Rio concentra mais da metade da quantidade de indivíduos infectadas (12.921) já confirmadas e de óbitos (1.841).

As cidades com mais óbitos são:

Rio de Janeiro – 1.841

Duque de Caxias – 145

Nova Iguaçu – 95

Niterói – 65

São Gonçalo – 65

Os municípios com mais casos de Covid são:

Rio de Janeiro – 12.921

Niterói – 1.188

Duque de Caxias – 919

Nova Iguaçu – 766

São Gonçalo – 632

Ocupação de leitos

Segundo a Secretaria estadual de Saúde (SES), há no momento 342 suspeitos ou confirmados com Coronavírus aguardando transferência para UTIs e 366 para vagas de enfermaria em todo o estado. Dessa soma, 578 na capital. Ainda assim, a ocupação dos leitos para Covid-19 da rede SUS no município do Rio está abaixo dos 90%. Segundo a prefeitura, a taxa é de 88% nas UTIs e 82% nas enfermarias. São 1.777 pacientes internados nessas vagas, sendo 568 em UTI. A taxa está menor do que o exibido no final de abril por causa da abertura dos novos hospitais de campanha.

Desde o dia primeiro de maio, foram abertos 329 novos leitos para o tratamento de pacientes com Covid pela prefeitura, e o Hospital de Campanha no Riocentro crescimentou sua capacidade para mais 40 leitos. Atualmente são 140 leitos, sendo 30 de UTI e 110 de enfermaria. Segundo a Secretaria municipal de Saúde, novos leitos ficarão prontos ao longo da semana com a instalação dos equipamentos recém-chegados da China.

Na rede estadual, só há vagas nos hospitais de campanha do Maracanã, Lagoa-Barra e Parque dos Atletas, e no Hospital Zilda Arns, em Volta Redonda. Segundo a SES, foram abertos 1.159 leitos para Coronavírus em todo o estado, sendo 537 de UTI. No Zilda Arns, a taxa de ocupação é de 89% na enfermaria e 86% na UTI.  Já considerando toda a rede estadual, e não só leitos para Covid-19, a taxa é de 79% de ocupação em enfermaria e 86% em UTI.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/sociedade/coronavirus/rio-registra-101-mortes-nas-ultimas-24-horas-por-covid-marca-mais-de-22-mil-indivíduos-infectadas-24432070