Crise no comércio da fibra de piaçava é acentuada pela pandemia no país

0 0
Read Time:2 Minute, 17 Second

Além da concorrência no mercado com os produtos sintéticos, a comercialização da fibra de piaçava também sofre com os efeitos do isolamento causado pela COVID-19. A falta de compradores foi agravada pela pandemia, principalmente pela dificuldade de acesso ao transporte, o que tem gerado a queda no preço recebido pelos pequenos produtores. O monitoramento é feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que acompanha de perto o mercado extrativista para subsidiar o setor com a Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio).

Segundo as análises do mercado de piaçava, o preço da arroba chega a R$ 15 em algumas regiões, ou seja, um real por quilo da fibra bruta comercializada. “O governo federal iniciou a equalização dos preços na Bahia, que responde por 81% da produção nacional”, afirma a gerente de Produtos da Sociobiodiversidade da Conab, Ianelli Loureiro. “A subvenção concedida a  32,5 toneladas do produto gerou pagamento de R$ 31,8 mil para famílias quilombolas que trabalham exclusivamente com piaçava e na fabricação de vassouras de fibra natural nessa região”.

Mesmo com a ajuda do governo, as comunidades que vivem da piaçava seguem em busca por mais mercados para seus estoques, enfrentando dificuldades logísticas e de contatos com as empresas interessadas. A produção no Amazonas, por exemplo, concentra-se na região de Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e São Gabriel da Cachoeira, cujo comércio é ainda mais afetado pelas dificuldades de acesso.

O desafio da cadeia produtiva da piaçava na Mata Atlântica e na Amazônia para enfrentar o mercado dos sintéticos é prejudicado pelos baixos custos do produto industrializado, mesmo que possuam uma qualidade inferior à fibra natural. “Por esse motivo, a quantidade produzida e o preço da fibra de piaçava já vinham apresentando redução ao longo dos anos no Brasil”, explica a analista Florence Rios, que acompanha o mercado desse produto na Conab. “Porém, com o isolamento, a baixa demanda afeta inclusive o acesso dos extrativistas ao apoio do governo, já que a subvenção ocorre mediante a comprovação da venda por valor abaixo do preço mínimo”.

A importância econômica da piaçava está pautada tanto na fabricação de vassouras, quanto na produção de artesanatos, objetos de decoração, cordoaria e escovões. O resíduo obtido de sua limpeza é muito utilizado na cobertura de quiosques em áreas de lazer como sítios, clubes e praças. Outro emprego potencial da fibra é como isolante térmico.

O resultado do monitoramento de mercado da sociobiodiversidade é publicado a cada trimestre no portal da Conab. Clique aqui para acessar.

Mais informações para a imprensa:
Gerência de Imprensa
(61) 3312-6338/ 6344/ 6393/ 6389/ 2256
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %