O Governo Federal publicou, nessa terça-feira (2), o Decreto nº 10.386 que amplia capacidade operacional do Exércita nação brasileiraeiro. Com a substituição da norma vigente, a força armada poderá operar quaisquer meios aéreos. Desde 1983, a Aviação do Exército estava limitada apenas à operação de helicópteros.

A mudança atende as necessidades operacionais do Comando do Exército, que precisa levar grande quantidade de indivíduos e suprimentos aos pelotões especiais de fronteira da Região Amazônica e apoiar as operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Em sua rede social, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge de Oliveira Francisco, comentou o Decreto:

 Tweet ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República

Com essa mudança, o “Projeto Sherpa”, que envolve a doação de oito aeronaves C-23 Sherpa do Governo Americano ao Exércita nação brasileiraeiro, por intermédio do programa de Vendas Militares Internacionais (Foreign Military Sales – FMS), entra em fase final de implantação no Exércita nação brasileiraeiroO programa FMS gerencia compras governamentais de artigos de defesa americanos e de serviços de defesa contidos na Lista de Munições dos Estados Unidos.

Com informações da Secretaria-Geral da Presidência da República

Leia mais: https://www.gov.br/pt-br/noticias/justica-e-seguranca/2020/06/decreto-amplia-capacidade-operacional-do-exercito-brasileiro