Ministro defende sustentabilidade de projetos e novos marcos regulatórios para atrair investimentos

Em live com o empresário Abílio Diniz, Tarcísio Freitas encorajou os empresários estrangeiros a investirem no Brasil

Criar um ambiente de negócios favorável, com marcos regulatórios definidos e flexíveis, além de uma legislação ambiental com credibilidade mundial, são os principais passos para atrair os investimentos privados necessários para alavancar os projetos de concessões brasileiros. Durante uma live com o empresário Abílio Diniz, na tarde desta segunda-feira (22), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, detalhou como sua pasta vem contribuindo nesta esfera e trazendo resultados para a economia.

No bate-papo, Abílio Diniz reforçou o tema da sustentabilidade em novos negócios e como este assunto é prioridade para que investidores estrangeiros tenham interesse em investir no país. Tarcísio ressaltou que este é um assunto prioritário no ministério e que todos os projetos de concessões passam por um rigoroso acompanhamento de impacto ambiental. “Todos os nossos editais vão para a rua com o que chamamos de selo verde. Ele é a garantia que os impactos nas obras não afetarão o meio ambiente, que se manterá preservado”, declarou.

A discussão a respeito do novo Marco Regulatório de Saneamento Básico, no Senado Federal, também permeou as discussões na transmissão. Para o ministro, sua aprovação é fundamental para alavancar os investimentos na área. “Estamos otimistas com o resultado favorável. O programa de concessões do Governo Federal prevê a injeção de R$ 53 bilhões em projetos de saneamento, que irão aquecer, de imediato, o setor da Construção Civil, gerando empregos. Esses projetos atenderão vários estados, como Rio de Janeiro, Alagoas, Espírito Santo, Acre, Amazonas e Ceará”, explicou o ministro.

Freitas ainda apresentou como o ministério tem atuado com os demais poderes para atender as demandas do setor produtivo por um ambiente de negócios mais favorável e menos intervencionista. “Nossa articulação com o Congresso e demais poderes tem sido bastante produtiva. Por meio do Programa Pró Brasil, estamos propondo um marco regulatório que crie um ambiente mais eficiente para executar as parcerias com o setor privado”, explicou. “Além disso, nosso portfolio de projetos prevê contratos com mecanismos de resolução mais simples e crédito disponível via BNDES. Os investidores podem vir tranquilos”, finalizou Tarcísio.

Assista à íntegra da live: https://www.instagram.com/tv/CBwQC9MlZez/?hl=pt-br

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura