Bandeira Azul analisa certificação de praias e marinas brasileiras para a temporada de verão

BANDEIRA AZUL

Para garantir o título ecológico internacional, candidatos devem atender a 34 requisitos. Parecer final será divulgado em outubro

Por Vanessa Castro

08_07_bandeiraazul.jpg

A Bandeira Azul é um símbolo de sustentabilidade e qualidade ecológica de praias e marinas. Crédito: Bandeira Azul

A temporada de verão de 2020/2021 no Brasil deve contar com 24 atrativos naturais certificados pelo Programa Bandeira Azul, uma espécie de selo ecológico. O título de 18 praias e seis marinas brasileiras foi pré-aprovado pelo programa e a lista oficial deve ser divulgada em outubro, após reunião do júri internacional, do qual o Ministério do Turismo faz parte. Este ano, cinco novas praias poderão receber o selo: três localizadas em Santa Catarina, uma na Bahia e uma no Rio de Janeiro. As outras 13 praias e seis marinas concorrem para a manutenção do título.

Para obter a certificação Bandeira Azul, desenvolvida pela organização internacional não-governamental e sem fins lucrativos FEE (Foundation for Environmental Education), o programa analisa a qualidade da água com exames periódicos de balneabilidade, além de infraestrutura, segurança, acessibilidade e o compromisso das comunidades com o meio ambiente e a sustentabilidade dos destinos turísticos.

Além do MTur, também fazem parte do júri do Programa no Brasil os ministérios da Educação e do Meio Ambiente, a Secretaria do Patrimônio da União, a Associação Náutica Brasileira, a Agência Brasileira de Gerenciamento Costeiro, a Fundação SOS Mata Atlântica e a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático. Anualmente, as entidades se reúnem para aferição do cumprimento dos critérios e deliberação sobre quais praias, marinas e embarcações serão submetidas ao júri internacional.

SOBRE A BANDEIRA AZUL – O Programa Bandeira Azul promove o desenvolvimento sustentável em áreas de água doce e marinhas. O Programa desafia as autoridades locais e os gestores de praia a alcançarem altos padrões de qualidade em quatro temas: qualidade da água, gestão ambiental, educação ambiental e segurança. Ao longo dos anos, a Bandeira Azul tornou-se um rótulo ecológico altamente respeitado e reconhecido trabalhando para reunir os setores de turismo e meio ambiente de maneira local, regional e internacional.

Edição: Rafael Brais