Prefeitura de Lajeado e Defesa Civil se preparam diante da possibilidade de enchente

Previsão de grande volume de chuva coloca Município e Defesa Civil de Lajeado em alerta máximo Foto: Giovani Marasca Previsão de grande volume de chuva coloca Município e Defesa Civil de Lajeado em alerta máximo

A Prefeitura de Lajeado e a Defesa Civil do município se preparam diante da possibilidade de enchente do Rio Taquari. Em reunião realizada no gabinete do prefeito Marcelo Caumo, na manhã desta terça-feira (07/07), o coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Heitor Hoppe, expôs o alerta diante da previsão de um volume muito expressivo de chuvas nas regiões que formam as cabeceiras do Rio Taquari. Segundo ele, há previsões que apontam até 150 milímetros de chuva nas próximas 24 horas (07 e 08/07), o que certamente se refletiria em uma enchente em Lajeado, caso as previsões de chuva se confirmem. Às 9h desta terça-feira, o Rio Taquari apontava 14,94 metros em seu nível, praticamente dois metros acima do nível normal no Município de Lajeado, que é de 13 metros.

Por ordem do prefeito, as secretarias de Obras e Serviços Públicos, coordenadoria de Serviços Urbanos, Secretaria de Segurança Pública e Departamento de Trânsito devem estar de prontidão para as primeiras ações, que se resumem na possibilidade de ocorrer, ainda nesta terça-feira, da retirada das famílias nas regiões mais baixas da cidade, sinalização de interrupção de vias, e preparação do pavilhão 3 do Parque do Imigrante para alojamento das famílias que tiverem suas casas atingidas pela cheia do Rio Taquari. As secretarias de Saúde (Sesa) e do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas) ficarão responsáveis pelas medidas que visam preservar a saúde e assistência das famílias, em consonância com os protocolos adotados em decorrência da pandemia do coronavírus.

Conforme Hoppe, o primeiro ponto de alagamento no município em face de uma enchente ocorre no cruzamento da Rua Santos Filho com a Av. Décio Martins Costa (valão), quando o Rio Taquari atinge a cota de 19,5 metros. Por sua vez, no bairro centro, a Rua Francisco Oscar Karnal em seu ponto mais baixo, ladeada pelo Parque dos Dick, é atingida pelo nível do Rio Taquari na cota dos 19,60 metros. As primeiras famílias, por sua vez, são atingidas na cota dos 19,80 metros. “Não podemos falar em previsão de cota, pois não sabemos se haverá de fato uma cheia, mas as previsões de muita chuva nas cabeceiras nos colocam em uma situação de alerta máximo”, destaca o coordenador da Defesa Civil. Ele reforça que o nível do Rio Taquari será observado não somente em Lajeado, mas também nos municípios da região alta do Vale, a exemplo de Encantado, que permite uma previsibilidade do comportamento do manancial em Lajeado cerca de seis horas depois.

Texto: Rafael Scheeren Grün

Créditos: Assessoria de Imprensa PML