Estudo mostra comportamento do turista no RS

Um dos setores mais afetados pela crise provocada pela pandemia, o turismo busca alternativas para a retomada das atividades. Para contribuir neste planejamento, o Sebrae RS apresentou um estudo sobre o fluxo turístico em 15 municípios gaúchos, incluindo a capital, elaborado com uso de tecnologia Big Data. A apresentação aconteceu no painel “Perspectivas para a retomada do turismo no Mercosul”, realizado na quarta-feira, 5 de agosto, durante o evento online Festuris Connection. Entre os principais dados, a coordenadora de Turismo do Sebrae RS, Amanda Bonotto Paim, destaca o fato de que 60% dos turistas do RS são gaúchos e 38% deles viajam apenas para uma cidade. O mesmo acontece com 45% dos turistas de outros estados que vêm para o RS: eles conhecem apenas um destino. “O desafio é como fazer as pessoas circularem mais e conhecerem outros municípios”, afirma Amanda.

A pesquisa também apontou que o tempo de permanência dos visitantes é curto. Entre os turistas gaúchos, 41% ficam apenas um dia e em relação aos viajantes de outros estados, apenas 18% permanecem mais de quatro dias no RS. Outro detalhe levantado é que metade dos turistas de outros estados que viajam para o RS é das classes A e B e o RS também está atraindo os mais jovens, pois 50% têm entre 18 e 40 anos.

O gestor de Turismo do Sebrae RS na Serra Gaúcha, Emerson Monteiro, informa que se trata de uma pesquisa inédita que analisou o fluxo turístico desses municípios durante 2019 e aponta tendências como o crescimento do turismo regional. Os municípios analisados são Bento Gonçalves, Cambará do Sul, Canela, Caxias do Sul, Garibaldi, Gramado, Jaquirana, Nova Petrópolis, Porto Alegre, Pelotas, Santana do Livramento, São Francisco de Paula, São José dos Ausentes, São Miguel das Missões e Torres.

Quanto à origem dos turistas, mais de metade (59,81%) são do RS e os outros cinco estados que mais visitam o RS são SC (11,63%), SP (8,24%), PR (5,76%), RJ (3,13%) e MG (2,0%). As dez principais cidades gaúchas emissoras de turistas para estes municípios são Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas, Canoas, Santa Maria, Novo Hamburgo, Gravataí, São Leopoldo, Passo Fundo e Rio Grande.

Os dados levantados também evidenciam a tendência do turismo de curta distância. Mais da metade dos turistas (51,05%) residem até 250 km do local a ser visitado, 21,52% vêm de distâncias entre 250 e 500 km, enquanto apenas 8,22% moram mais longe, entre 1 mil e 2 mil km de distância e 6,36% são de localidades distantes mais de 2 mil km.

Experiência Edelbrau

Localizada em Novo Petrópolis, a Cervejaria Edelbrau já se prepara para atrair novos turistas com a inauguração prevista para outubro de 2020, do Experiência Edelbrau. Será um complexo de visitação totalmente interativo para apresentar a essência da marca e do universo da cerveja artesanal. Serão 300 m² totalmente interativos e cheios de histórias e o visitante poderá circular por espaços temáticos que mostram os elementos ligados ao processo de fabricação da cerveja. A visitação termina com experiências sensoriais que remetem a marcas registradas da Edelbrau, sustentabilidade, diversão e colaboração.

De acordo com um dos sócios Fernando Maldaner, a iniciativa é uma forma de contribuir para a atração de visitantes para a região, que passa por um momento desafiador devido aos impactos da pandemia. “Demos os primeiros passos em relação a esse projeto ainda em 2019, quando cogitamos em reformular o espaço de visitação atual, mas logo percebemos o potencial de ampliá-lo e transformá-lo em um verdadeiro atrativo turístico. Temos uma ligação muito forte com a comunidade de Nova Petrópolis e é aqui que estão as raízes da Edelbrau. A perspectiva de que, de alguma forma, poderemos contribuir para movimentar a economia local nos deixa muito animados”, avalia Samuel Zang, que também é sócio da marca.

Estudo mostra comportamento do turista no RS

Nova Petrópolis, Rio Grande do Sul

A cervejaria participou do projeto Investe Turismo do Sebrae RS e recebeu uma consultoria para criação de produtos turísticos. “Esta consultoria auxilia a empresa a desenvolver novas experiências turísticas, utilizando ferramentas criativas e conectadas às principais tendências de mercada, com o acompanhamento de consultores especialistas em turismo”, afirma o gestor do projeto no Sebrae RS, Emerson Monteiro.

Créditos: Sebrae RS