Levantamento do Sebrae RS mostra o perfil das cidades gaúchas

O Rio Grande do Sul acaba de ganhar uma nova edição do mapa estratégico para auxiliar na tomada de decisões por parte dos gestores municipais, empreendedores e empresários. A ferramenta foi desenvolvida pelo Sebrae RS e contempla o detalhamento de cada um dos 497 municípios do Estado a partir de uma base de 62 indicadores socioeconômicos em comum e que está disponível em https://datasebrae.com.br/perfil-dos-municipios-gauchos/. A analista de Inteligência da área de Gestão Estratégica do Sebrae RS, Andreia Cristine do Nascimento, explica que o Perfil das Cidades foi elaborado a partir de informações provenientes de diversas fontes tais como IBGE, RAIS, CAGED, DEE, Receita Federal, INEP, entre outras.

O levantamento começou a ser efetuado como um projeto-piloto em julho de 2015 apenas para as regionais Sul e Campanha e Fronteira Oeste do Sebrae RS e, a partir de 2016, foi estendido para os 497 municípios do Estado, com atualização anual. Andreia afirma que entre os indicadores analisados, os mais demandados são: Número de estabelecimentos, Empresas por setor, Potencial de consumo, Compras governamentais, Perfil demográfico, IDESE (Índice de Desenvolvimento Socioeconômico), Índice de Educação Básica e dados sobre agropecuária.

A partir do Perfil das Cidades é possível conhecer melhor as peculiaridades de cada um dos municípios gaúchos, usando como parâmetro o indicador que mais interessar ao gestor público ou empreendedor para definir estratégias que levam à melhoria de ambiente da economia, da saúde e da educação e torná-lo mais propício para as micro e pequenas empresas e para toda a comunidade.

Assim, por exemplo, é possível verificar que as cidades de menor porte têm um potencial maior para adquirir produtos e serviços de micro e pequenas empresas, pois as demandas de administrações de grandes municípios normalmente requerem um volume e complexidade difíceis de serem supridos pelos pequenos negócios. É o caso de Vista Gaúcha, no Noroeste do Estado, que lidera o ranking em compras públicas, com 78% adquirido de micro e pequenas empresas, em 2019. Vista Gaúcha conta com 165 micro e pequenas empresas e tem um potencial de consumo urbano calculado em R$ 32 milhões.

Se o foco for a capital gaúcha, por exemplo, o potencial de consumo urbano é de R$ 49,4 bilhões. Porto Alegre conta com mais de 118 mil micro e pequenas empresas e mais de 1.300 de médio e grande portes. No entanto, alcançou apenas 8,4% de aquisições públicas de MPEs do município no ano passado, num total de R$ 147 milhões.

E como curiosidade: o município com mais pessoas idosas é o de Coqueiro Baixo, com 31% da população com mais de 65 anos. O que tem perfil demográfico mais jovem é o de Lindolfo Collor com 72% da população entre 19 e 54 anos e apenas 6% na faixa etária com mais de 65 anos.

Levantamento do Sebrae RS mostra o perfil das cidades gaúchas

Créditos: Sebrae RS