Empreendedores investem em ampliação, mesmo na crise

O novo coronavírus ocasionou uma crise econômica inesperada, que não bateu em todas as portas. Há negócios que prosperam mesmo com o isolamento social imposto para desacelerar o avanço da pandemia. Em ramos distintos, a Cervejaria Edelbrau, de Nova Petrópolis, e a Ferragem Venâncio Aires, de Porto Alegre, miram a retomada e iniciam obras de ampliação mesmo em meio a crise.

Investindo em um dos setores mais afetados neste período, o projeto de um complexo de visitação totalmente interativo apresentará a essência da Cervejaria Edelbrau e do universo da cerveja artesanal para os turistas da Serra Gaúcha, em especial da sua cidade sede, Nova Petrópolis. A iniciativa dos sócios Fernando Maldaner e Samuel Zang já saiu do papel e deve contribuir com a atração de visitantes para a região, que passa por um momento desafiador. “A perspectiva de que poderemos contribuir para movimentar a economia local nos deixa muito animados”, avalia Zang.

Os primeiros passos para a estruturação da proposta iniciaram no projeto Investe Turismo do Sebrae RS. A cervejaria recebeu uma consultoria para criação de produtos turísticos. Emerson Monteiro, gestor do projeto no Sebrae RS, explica que a orientação auxilia a empresa a desenvolver novas experiências turísticas, utilizando ferramentas criativas e conectadas às principais tendências de mercado.

Ferragem Venâncio Aires investe em experiência de compra

Descendo a Serra, outro negócio se destaca em um mercado que não está conhecendo a crise. A Ferragem Venâncio Aires, na Zona Central de Porto Alegre, vem estruturando o negócio desde o ano passado com o auxílio do Sebrae RS. Jeferson Diehl, um dos proprietários da loja, investiu no layout da parte interna do estabelecimento no meio de 2019 e aumentou em 40% seu faturamento logo após a mudança.

Empreendedores investem em ampliação, mesmo na crise 1

Para o empreendedor, investir na experiência de compra foi crucial para conquistar aumento significativo nos números da ferragem. “Continuamos com esse pensamento e agora estamos em obras novamente. O projeto é grande. Vamos criar uma vitrine, transferir nosso depósito para os fundos da loja e criar um espaço para que os clientes possam fazer locações de equipamentos, como churrasqueiras, furadeiras e outros utensílios domésticos. Também vamos investir em uma estufa para aumentar nosso setor de jardinagem e botânica, percebemos aumento nas vendas destes itens neste período”, conta o empresário, que comanda o negócio junto com a esposa, Camila lussani Macagnan.

Para Daiana Cunha, analista de relacionamento do Sebrae RS, é importante estar atento às tendências do mercado. “A Ferragem Venâncio Aires está sempre buscando melhorias, desde a estrutura física da loja até processos internos, marketing e vendas. Esse olhar atento ajudou a ferragem a se adaptar rapidamente na pandemia”, destaca.

Créditos: Sebrae RS