Escola da 24ª CRE monta três estúdios para gravação de Aulas Remotas

A fim de qualificar as Aulas Remotas para seus alunos, a Escola Liberato Salzano, de Cachoeira do Sul, montou três estúdios para a gravação e a transmissão das lições. Os espaços foram pensados para atender cada modalidade de ensino e equipados com notebooks, ring light (uma espécie de holofote que ilumina o rosto de quem está fazendo o vídeo), suporte para celular, quadro branco, microfone e caixa de som.

Segundo a professora Sabrina Vargas Silva, responsável pelo núcleo de informática da instituição de ensino, a ideia de criar os estúdios surgiu da necessidade de adequar o processo de ensino-aprendizagem à realidade existente durante a pandemia. A escola entendeu que a realização de aulas síncronas e assíncronas não fazia parte da realidade de todos os educadores e que algumas pessoas teriam mais facilidade para aprender praticando com acompanhamento.

“Buscando atender a todas as formas de aprender, a equipe diretiva, a coordenação pedagógica e o suporte tecnológico procuraram estratégias para solucionar as adversidades e proporcionar mais conforto aos educadores”, relata Sabrina. Os estúdios também proporcionam a interação e a integração entre educadores, educandos e a família, possibilitando aulas de qualidade, com educadores instrumentalizados, conforme a professora.

Além do espaço equipado com os materiais pedagógicos e tecnológicos, o educador da escola também recebe assessoramento, a partir de uma formação digital, oferecida por Sabrina. “Fico muito feliz em poder contribuir com a minha escola, com o meu conhecimento, habilidades e com as tecnologias”, celebra.

Créditos: SEDUC RS