Governo do Estado entrega 799 fuzis carabinas e 1,7 mil coletes balísticos à Brigada Militar

Os batalhões da Brigada Militar em todas as regiões do Estado receberam nesta sexta-feira (16/10) um grande reforço para qualificar a proteção e o trabalho dos policiais militares no combate à criminalidade. O governo do Estado entregou à corporação 799 fuzis carabinas 5.56 e 1.777 coletes balísticos, que serão destinados para unidades em 108 municípios do RS. 

O investimento de R$ 8,3 milhões é parte do recurso possibilitado via emenda da bancada federal gaúcha, num total de R$ 67,3 milhões, com contrapartida de R$ 6,3 milhões do governo estadual. Essa é a oitava ação custeada a partir da emenda, pela qual já foram entregues 394 viaturas, 176 armas, 4.468 coletes e equipamentos de informática e comunicações para a BM e a Polícia Civil, além do cercamento eletrônico com 525 câmeras e 30 salas de monitoramento instaladas em 36 municípios. Outras aquisições com o recurso estão em fase de finalização.

Em respeito aos protocolos de prevenção contra a Covid-19, a solenidade de entrega foi realizada por webconferência transmitida pelo YouTube a partir do Palácio Piratini, com presença do governador Eduardo Leite, do vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, do líder da bancada federal gaúcha, deputado Giovani Cherini, do comandante-geral da BM, coronel Rodrigo Mohr Picon, e da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann. Na ocasião, também foi anunciado o repasse de R$ 31,6 milhões de emendas parlamentares federais a 101 hospitais gaúchos. O valor deverá ser aplicado exclusivamente no combate à Covid-19.

Vice-governador e secretário da SSP, o delegado Ranolfo destacou a parceria da bancada federal gaúcha em viabilizar investimento qualificado nas forças policiais do Estado. Além disso, ressaltou a importância da integração com o Poder Legislativo e o êxito no trabalho de gestão dos convênios, que permitiu aquisições acima das metas planejadas. 

Entre as 799 carabinas, 312 serão distribuídas para 107 cidades, cumprindo a indicação realizada pelos deputados federais e senadores gaúchos na proposição da emenda, em 2017. As demais 487 armas e os 1.777 coletes balísticos foram adquiridos com saldo de economia entre o valor inicialmente orçado para compra dos bens previstos pela emenda e o que foi efetivamente aplicado.

A economicidade foi possível por meio das licitações realizadas pelo governo gaúcho, o que permitiu utilizar a sobra dos recursos para essa nova compra. A destinação desse extra foi definida conforme estudo da SSP e da BM e vai contemplar 30 dos 107 municípios listados pela emenda, mais a cidade de São Leopoldo. 

O governador Eduardo Leite também destacou a ampliação do número de aquisições a partir do trabalho de gestão que gerou economia nas licitações. “Temos orgulho em dizer que, aqui no RS, dinheiro público se faz render para voltar para a população a partir dessa boa aplicação. Por isso, lembro que a competitividade de um Estado não se dá apenas quando cobra menos, mas quando entrega mais. A nossa capacidade de arrecadar para promover os investimentos vai ajudar o Estado a ter bons números na saúde, na educação, na segurança”, afirmou Leite.

“A integração e o investimento qualificado, ao lado da inteligência, formam as três premissas do nosso programa RS Seguro, que tem gerado excelentes resultados na queda da criminalidade do Estado. Essa entrega é mais um fruto da colaboração dos nossos deputados federais e senadores para aprimorar o trabalho da segurança. E a gestão adequada feita pela nossa área técnica, gerando economia nas licitações, nos permitiu maximizar o aproveitamento dos recursos, dobrando o número de coletes e armas em relação ao planejamento original. Um grande reforço para a Segurança do RS”, comentou Ranolfo. 

A maior parte desses coletes e carabinas extras foi priorizada para reforço do Batalhões de Polícia de Choque (BP Choques). O 2º BP Choque, de Santa Maria, e o 3º BP Choque, de Passo Fundo, receberão 100 coletes e 100 carabinas cada. O 4º BP Choque, de Caxias do Sul, e o 5º BP Choque, de Pelotas, criados em julho de 2019 dentro do planejamento do programa RS Seguro, vão receber 100 carabinas e quase de 300 coletes cada (270 da unidade da Serra e 271 no batalhão da região Sul). Em Porto Alegre, serão contemplados seis Batalhões de Polícia Militar (1º, 9º, 11º, 19º, 20º e 21º) e o 4º Regimento de Polícia Montada (4º RPMon), ligados ao Comando de Policiamento da Capital.

“A constante redução dos indicadores de criminalidade é fruto do investimento em segurança, em que muito ajudou a bancada federal gaúcha, com contrapartida do Estado. Mas o investimento mais importante é o que fazemos nas pessoas que atuam na Segurança Pública. Estamos formando mais de 850 soldados da BM, que vão entrar em efetivo exercício no fim do ano. Formamos recentemente agentes e delegados da Polícia Civil e estamos formando, na próxima semana, profissionais do IGP. Temos a alegria de contar com excelentes profissionais”, lembrou o governador ao final do evento.

Também participaram do evento, a partir de videoconferência, os deputados federais Alceu Moreira, Afonso Motta, Danrlei de Deus, Jerônimo Goergen, Maurício Dziedricki e Ronaldo Santini, o senador Lasier Martins, e os deputados estaduais Frederico Antunes, Zila Breitenbahc, Luiz Henrique Vianna, Sivana Covatti, Francieane Bayer e Dr. Thiago Duarte, e superintendente executivo do Hospital São Vicente de Paulo, de Passo Fundo, Ilário Jandir de David, além de gestores de outros hospitais beneficiados.

– Créditos Brigada Militar RS.