Retorno das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino começa a partir desta terça-feira (20)

Começa, a partir desta terça-feira, 20 de outubro, o retorno gradual das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul. Nesta primeira etapa, que contempla os estudantes do Ensino Médio e do Ensino Técnico, cerca de 300 mil alunos poderão retomar as atividades nas instituições de ensino.  

Para receber os estudantes, as escolas devem seguir os protocolos sanitários estabelecidos na portaria conjunta 01/2020, publicada pela Secretaria Estadual de Saúde e Secretaria Estadual da Educação, e no modelo de distanciamento controlado do Governo do Estado.

Uso do álcool gel nas escolas estaduais faz parte dos protocolos sanitários estabelecidos na portaria conjunta SES/Seduc
Uso do álcool gel nas escolas estaduais faz parte dos protocolos sanitários estabelecidos na portaria conjunta SES/Seduc – Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini

Os alunos estão tendo aulas em revezamento com a divisão da turma, tendo presencialmente ao mesmo tempo no máximo 50% dos estudantes. O revezamento poderá ser realizado com os grupos alternando diariamente ou semanalmente.

Conforme o secretário estadual da Educação, Faisal Karam, o Estado trabalha, juntamente às demais entidades representativas de educação municipais e privadas, para que o retorno das aulas presenciais ocorra da forma mais segura possível, sempre priorizando o bem-estar de alunos, professores e servidores.

 “Foram praticamente cinco meses de reuniões e de amplas discussões sobre o retorno presencial. Queremos oferecer suporte para os estudantes que mais precisam manter o desenvolvimento e o aprendizado, fortalecer o vínculo com a comunidade escolar e evitar o abandono e a evasão escolar na Rede Estadual de Ensino”, destaca.

Ainda, de acordo com o secretário, os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e materiais de higienização estão em processo de entrega em todas as 30 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). “As instituições de ensino estão recebendo todos os insumos necessários, ao longo do mês de outubro, em cumprimento aos protocolos sanitários necessários para o retorno das aulas presenciais”, reitera Faisal Karam.

Entrega dos EPIs e materiais de higienização nas escolas estaduais

Na Escola Estadual Técnica São João Batista, localizada no município de Montenegro, na 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), a diretora Juliana Cabreira Bender explica que, já neste primeiro dia de retorno das aulas presenciais, muitos estudantes compareceram para realizar as atividades nas salas de aula.

Medição da temperatura na entrada das escolas faz parte dos protocolos a serem seguidos no retorno das aulas presenciais
Medição da temperatura na entrada das escolas faz parte dos protocolos a serem seguidos no retorno das aulas presenciais – Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini

 “Nossa instituição atende alunos que pertencem ao Ensino Médio e aos cursos de Ensino Técnico de Química e Eletrotécnica. Estamos com toda a estrutura pronta para receber eles. Desde a formação do COE Local até as adaptações aos protocolos sanitários”, conta.

No Colégio Estadual Dom João Becker, localizado na Capital, na 1ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), a escola também já está pronta e recebeu os estudantes matriculados que pertencem ao Ensino Médio e aos cursos Técnicos de Química e Informática.

Conforme o vice-diretor José Cláudio Cardozo, além dos equipamentos já adquiridos com verba da Autonomia Financeira, a instituição de ensino já recebeu, na sexta-feira passada, 16 de outubro, os EPIs com recursos do Governo do Estado. De acordo com ele, isso inclui máscaras, bombonas de álcool gel, termômetros e materiais de higienização no ambiente escolar.

Estudantes do Colégio Dom João Becker retornaram às aulas presenciais nesta terça-feira (20)
Estudantes do Colégio Dom João Becker retornaram às aulas presenciais nesta terça-feira (20) – Foto: Seduc

“Estamos 100% preparados para receber todos os nossos estudantes. Temos toda a estrutura que foi oferecida pelo Governo do Estado desde o início da pandemia. Este reforço da chegada dos materiais, que foram entregues na última semana, vai nos ajudar ainda mais a dar a segurança necessária aos professores, servidores, alunos, pais e comunidade escolar”, enaltece.

Requisitos para o retorno das aulas presenciais

 A Secretaria Estadual da Educação reforça que as escolas que não tiverem recebido os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e itens de higienização, não estiverem adaptadas aos protocolos sanitários, e que não tenham seu Planos de Contingência previamente elaborados juntamente aos Centros de Operações de Emergência em Saúde para a Educação (COEs), não terão a abertura autorizada para recebimento dos estudantes para aulas presenciais e permanecerão no ensino remoto.

Investimento

Obrigatórios para o retorno das atividades presenciais no Rio Grande do Sul, os equipamentos de proteção individual (EPIs) e materiais de higienização estarão presentes na rotina das escolas. Desde o período de convocação dos professores para a preparação do retorno das aulas presenciais, as escolas realizam a aquisição de materiais exclusivamente para esse período, por meio da Autonomia Financeira (valor que é repassado mensalmente às direções das instituições de ensino do Estado). Desta maneira, as escolas puderam adquirir máscaras, álcool gel e produtos de limpeza, por exemplo, de modo a garantir a segurança de professores e equipes diretivas enquanto a entrega dos materiais comprados pelo Estado está em curso.

Aulas presenciais seguem as regras do Modelo de Distanciamento Social Controlado do Governo do Estado
Aulas presenciais seguem as regras do Modelo de Distanciamento Social Controlado do Governo do Estado – Foto: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini

Para o retorno das aulas presenciais, o Estado irá dispor de um investimento extra na ordem de R$ 270 milhões para aprendizagem, capacitação, aquisição de equipamentos de proteção e materiais de desinfecção e contratação de professores e profissionais de apoio (serventes e merendeiras). Especificamente para a compra de EPIs e materiais de higienização, que serão utilizados por alunos e professores ao longo das aulas presenciais, o Governo do Estado está realizando um investimento de R$15,3 milhões.

Cronograma de retorno das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino

Ensino Médio e Ensino Técnico: a partir de 20 de outubro

Ensino Fundamental – Anos Finais: a partir de 28 de outubro

Ensino Fundamental – Anos Iniciais: a partir de 12 de novembro

Confira mais fotos

Créditos: SEDUC RS